Focus Interactive reage às "sérias alegações" em torno de Aeon Must Die

Surgiram relatos de uma situação problemática.

A Focus Interactive reagiu às alegações sobre os maus tratos aos funcionários da Limestone Games durante o desenvolvimento do beat' em up Aeon Must Die, jogo revelado na State of Play para a PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch.

Assim que o trailer de revelação foi apresentado no Youtube, surgiu uma versão alternativa num canal do YouTube, acompanhada por uma descrição que fala em "roubo e manipulação".

"As pessoas que trabalharam em cada imagem disto já não estão na companhia que detém os direitos da propriedade. Alguns nem sequer receberam pelo seu trabalho. Este trailer tem um conflito de PI pendente. A verdade propriedade intelectual do jogo foi roubada aos criadores através de uma burla."

O responsável por este vídeo deixou ainda o link para ficheiros com documentos que afirma revelarem tudo o que se passou com o jogo.

Os documentos incluem cartas, ficheiros de áudio e testemunhos de vários membros da Limestone Games, que dizem ter sido forçados a deixar o estúdio perante as condições de trabalho insuportáveis, especialmente o "crunch interminável, assédio, abusos, corrupção e manipulação".

Também é referido que a companhia e toda a propriedade intelectual foi secretamente tirada a Aleksei Nehoroshkin, que abandonou o estúdio como resultado das condições de trabalho.

O principal alvo da maioria das acusações é Yaroslav Lyssenko, o actual CEO, acusado de ameaçar funcionários, despedir funcionários antes de terminar a data que tinham apresentado na sua carta de despedimento e até ignorar o advogado dos funcionários.

A Focus Home Interactive recebeu um pedido para ajudar a terminar o jogo em condições humanas e com a melhor qualidade possível, algo que mereceu uma reacção da editora, que também pede provas concretas destas alegações.

A editora apresentou nas redes sociais um comunicado no qual diz ter conhecimento destas séries alegações e conduzirá uma investigação para saber tudo o que se passou e está a passar.

"Enquanto editora do jogo, a Focus está a verificar cuidadosamente estas alegações e retirará as conclusões necessárias se provarem estar bem fundamentadas e também tomará as medidas necessárias."

Até investigar a situação, a Focus Home não voltará a comentar o assunto.

Salta para os comentários (5)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

NieR Replicant ver.1.22474487139 chega em Abril

NieR Re[in]carnation confirmado para o ocidente.

Doom Eternal chegará ao Xbox Game Pass em breve

A Microsoft largou a pista no Twitter.

Promoções Big in Japan regressam à PS Store

Dragon Ball, Dark Souls, Resident Evil e muito mais.

Também no site...

The World of Cyberpunk 2077 é o livro que explica o mundo do jogo

Resultado de uma parceria da Dark Horse e CD Projekt.

Cyberpunk 2077 trata consolas como plataformas de primeira classe

A CD Projekt RED assegura grande qualidade para a Xbox One e PS4.

Control - lista das Weapon Forms, como desbloquear e fazer upgrade a Special Weapon Forms

O nosso guia para actualizar e desbloquear novas Weapon Forms para a Service Weapon em Control.

Comentários (5)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários