A Xbox Series X representa um grande salto sobre a actual geração

Responsáveis por The Ascent tecem rasgados elogios à consola.

The Ascent foi revelado no passado dia 7 de Maio pela Neon Giant e Curve Digital, durante a Inside Xbox dedicada especialmente à Xbox Series X, a consola de próxima geração da Microsoft.

Apresentado como "um RPG de ação solo e cooperativo, que se passa num mundo cyberpunk", The Ascent permitirá explorar o mundo de Veles a solo ou com a companhia de 3 amigos.

Como parte de um especial na revista EDGE, a Neon Giant partilhou mais detalhes sobre o jogo, obrigado ao Wccftech, numa conversa na qual teceu rasgados elogios à Xbox Series X.

The Ascent está em desenvolvimento para a Xbox Series X, Xbox One e PC, mas o estúdio foi questionado sobre as diferenças entre as consolas de actual e próxima geração e o que significa o diferencial de poder entre ambas.

"A Xbox Series X é um salto enorme," disse Tor Frick, um dos fundadores deste estúdio sueco.

"Teremos, claro, 4K e 60FPS em The Ascent, o que é espantosamente rápido. A velocidade de leitura do disco rígido e coisas como essas, existem imensas coisas. Velocidades de carregamento mais rápidas, simplesmente aparece, por magia. Carregas e já está, carrega muito mais rápido."

Frick acrescentou ainda que as distâncias de visão serão enormes e estarão repletas de detalhes, enquanto os processos de desenvolvimento ficam cada vez mais simples com a ajuda da consola.

"Além disso, o melhor de tudo é que se está a tornar cada vez mais fácil de desenvolver. Por isso, é mais fácil e fácil usar todo aquele poder e passar mais tempo nos momentos criativos porque simplesmente queres que tudo funcione, para dar vida às tuas criações. Um estúdio indie de 11 pessoas não conseguiria fazer o que estamos a fazer, há 20 anos atrás."

Arcade Berg, o outro fundador do estúdio, comentou que "com resoluções mais elevadas, podes ver os buracos das balas nas paredes. Tudo tem um detalhe ridículo, por isso, quando aproximamos a câmara, simplesmente funciona."

Frick diz que é mesmo muito fácil trabalhar com a Xbox Series X e Arcade Berg deixou elogios para a postura altamente aberta e acessível que a Microsoft tem com as parceiras.

"Quer dizer, eu e o Tor já trabalhámos em não sei quantas máquinas até agora, por isso, já vimos diversas gerações de consolas e as coisas estão a ficar cada vez melhores. A Microsoft sabe o que é preciso para conseguirmos criar um jogo para as suas máquinas, por isso, estão preparados, as ferramentas estão lá."

A Xbox Series X chegará no final de 2020 e ao longo dos próximos meses teremos imensas novidades sobre os jogos e a consola.

Salta para os comentários (69)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (69)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários