A Xbox Series X representa um grande salto sobre a actual geração

Responsáveis por The Ascent tecem rasgados elogios à consola.

The Ascent foi revelado no passado dia 7 de Maio pela Neon Giant e Curve Digital, durante a Inside Xbox dedicada especialmente à Xbox Series X, a consola de próxima geração da Microsoft.

Apresentado como "um RPG de ação solo e cooperativo, que se passa num mundo cyberpunk", The Ascent permitirá explorar o mundo de Veles a solo ou com a companhia de 3 amigos.

Como parte de um especial na revista EDGE, a Neon Giant partilhou mais detalhes sobre o jogo, obrigado ao Wccftech, numa conversa na qual teceu rasgados elogios à Xbox Series X.

The Ascent está em desenvolvimento para a Xbox Series X, Xbox One e PC, mas o estúdio foi questionado sobre as diferenças entre as consolas de actual e próxima geração e o que significa o diferencial de poder entre ambas.

"A Xbox Series X é um salto enorme," disse Tor Frick, um dos fundadores deste estúdio sueco.

"Teremos, claro, 4K e 60FPS em The Ascent, o que é espantosamente rápido. A velocidade de leitura do disco rígido e coisas como essas, existem imensas coisas. Velocidades de carregamento mais rápidas, simplesmente aparece, por magia. Carregas e já está, carrega muito mais rápido."

Frick acrescentou ainda que as distâncias de visão serão enormes e estarão repletas de detalhes, enquanto os processos de desenvolvimento ficam cada vez mais simples com a ajuda da consola.

"Além disso, o melhor de tudo é que se está a tornar cada vez mais fácil de desenvolver. Por isso, é mais fácil e fácil usar todo aquele poder e passar mais tempo nos momentos criativos porque simplesmente queres que tudo funcione, para dar vida às tuas criações. Um estúdio indie de 11 pessoas não conseguiria fazer o que estamos a fazer, há 20 anos atrás."

Arcade Berg, o outro fundador do estúdio, comentou que "com resoluções mais elevadas, podes ver os buracos das balas nas paredes. Tudo tem um detalhe ridículo, por isso, quando aproximamos a câmara, simplesmente funciona."

Frick diz que é mesmo muito fácil trabalhar com a Xbox Series X e Arcade Berg deixou elogios para a postura altamente aberta e acessível que a Microsoft tem com as parceiras.

"Quer dizer, eu e o Tor já trabalhámos em não sei quantas máquinas até agora, por isso, já vimos diversas gerações de consolas e as coisas estão a ficar cada vez melhores. A Microsoft sabe o que é preciso para conseguirmos criar um jogo para as suas máquinas, por isso, estão preparados, as ferramentas estão lá."

A Xbox Series X chegará no final de 2020 e ao longo dos próximos meses teremos imensas novidades sobre os jogos e a consola.

Salta para os comentários (68)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (68)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários