Versão original de Star Wars 9 terminava com duelo entre Kylo Ren e Rey assistida pelos Force Ghosts

Duel of the Fates foi descoberto e é verdadeiro.

Star Wars: Rise of Skywalker chegou aos cinemas a 18 de Dezembro de 2019 para concluir a mais recente trilogia, mas o filme de J.J. Abrams não conseguiu gerar o esperado consenso entre os fãs que ficaram divididos com The Last Jedi.

Antes de Abrams ser chamado para assumir as rédeas do projecto em 2017 e aplicar mudanças que resultariam no filme que está nos cinemas, Star Wars 9 começou a ser escrito e imaginado em 2015 por Colin Trevorrow, que após dois anos deixou o projecto devido a diferenças criativas com a Disney.

O Youtuber Robert Meyer Burnett revelou que obteve acesso a um argumento supostamente escrito por Colin Trevorrow para Star Wars 9, chamado Star Wars: Duel of the Fates, do qual falou num dos seus mais recentes vídeos e diz que é credível e uma informação à qual pode associar o seu nome.

Após esta revelação, vários sites confirmaram que o argumento é real e nesta versão do filme, Palpatine apenas surge como um holograma visto por Kylo Ren no que resta do castelo de Darth Vader e nem sequer é familiar de Rey. A protagonista do filme é, tal como revelado no filme anterior, filha de uns zé ninguém mortos por Kylo Ren.

Nesta versão de Colin Trevorrow, terminada antes de Carrie Fisher falecer e com uma presença muito forte de Leia Organa, os esforços de Luke Skywalker no final de The Last Jedi tiveram o efeito esperado e deram início a uma nova geração de rebeldes. O filme começaria com Finn, Rose (que tinha muito mais tempo de ecrã e protagonismo nesta versão) e BB-8 roubavam armas de um Destruidor Imperial e os acontecimentos encerravam os seus arcos de uma forma mais ao encontro do que foi visto nos dois filmes anteriores.

No final do filme, Finn e Rose iriam até Coruscant e acabariam por liderar uma revolta entre Stormtroopers que desertaram e decidem agora enfrentar a Primeira Ordem. Além disso, acabam o filme a levar um grupo de jovens capazes de sentir a Força para um planeta remoto, onde Rey estaria à espera para se treinar uma nova geração de Jedi, incluindo o rapaz da vassoura que vês no final de The Last Jedi.

Sobre Rey e Kylo Ren, Duel of the Fates terminaria com um duelo no qual Rey revelaria que, com a ajuda de Poe Dameron, estava prestes a iniciar uma nova era sem os conceitos de Jedi e Sith que persistiram durante tanto tempo, mas sem conseguir convencer Kylo Ren que estava demasiado imerso no lado negro da Força.

No planeta Mortis, Rey teria ajuda dos Force Ghosts de Luke Skywalker, Obi-Wan Kenobi e Yoda, que tentariam convencer Kylo Ren a voltar ao lado da luz, mas sem sucesso, decidiriam acabar com a sua vida.

Ao escutar as revelações de Robert Meyer Burnett é difícil não sentir que a versão original seria superior ao que foi apresentado na versão final e deixa-nos a pensar no que aconteceu entre a Lucasfilm e Trevorrow.

Publicidade

Salta para os comentários (5)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (5)

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários