Spider-Man fora do MCU devido a desacordo entre Sony e Disney

Mas a Sony Pictures espera renegociar no futuro.

Após o incrível sucesso de filmes como "Spider-Man: Homecoming" e "Spider-Man: Far From Home", a Sony Pictures e a Disney não vão continuar a parceria que provou ser tão lucrativa.

Segundo as mais recentes notícias, via THR, a Sony Pictures e a Disney não vão colaborar no próximo filme de Spider-Man e o personagem ficará assim fora do Marvel Cinematic Universe, onde conquistou imensa popularidade nos últimos anos.

Tom Rothman da Sony Pictures e Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, passaram meses a tentar negociar um novo acordo e enquanto a Disney exigia 50% das receitas gerada pelos filmes e merchandising, a Sony Pictures estava a tentar renegociar os 5% cedidos à Marvel Studios.

Captain America: Civil War de 2016 foi o primeiro filme de Tom Holland como Spider-Man e tornou mundialmente popular a sua versão de Peter Parker, que se tornou num dos personagens mais acarinhados nesta saga em que os super-heróis da Marvel enfrentaram Thanos.

O acordo que permitiu isso foi assinado em 2015 e permitiu uma colaboração inédita entre a Sony Pictures e a Marvel.

Os dois mais recentes filmes de Spider-Man foi produzidos em conjunto com a Marvel Studios da Disney e tornaram-se dois dois mais bem sucedidos filmes da Sony Pictures.

Spider-Man: Far From Home tornou-se mesmo no filme da Sony Pictures que mais receita gerou em todo o mundo: mais de $1.109 mil milhões, enquanto Spider-Man: Homecoming conseguiu uns impressionantes $880.2 milhões.

No entanto, nem tudo está perdido e a Sony Pictures diz que no futuro poderá estar disposta a renegociar com a Disney, que deseja mais do que tudo um melhor negócio do que os meros 5%.

Através do Twitter, a companhia partilhou uma mensagem com os fãs e mostra respeito pela decisão da Disney, agradecendo o apoio de Kevin Feige.

"Muitas das notícias de hoje sobre o Spider-Man representaram mal as recentes discussões sobre o envolvimento de Kevin Feige na série. Estamos desiludidos, mas respeitamos a decisão da Disney de não o manter como produtor principal do nosso próximo filme live action de Spider-Man."

"Esperamos que isto possa mudar no futuro, mas compreendemos as imensas novas oportunidades que a Disney lhe deu - incluindo todas as suas novas propriedades Marvel - que não lhe permitem trabalhar numa propriedade que não é deles."

"O Kevin é fantástico e estamos agradecidos pela sua ajuda e ensino e agradecemos o caminho no qual nos ajudou a chegar, algo que iremos continuar."

A Sony Pictures sugere assim que o problema é a falta de tempo e que Kevin Feige terá de se dedicar aos próximos filmes da Marvel, mas deixa a possibilidade em aberto para mudar a situação.

Salta para os comentários (113)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Destroy All Humans! 2 remake e Outcast 2 são 2 dos 7 jogos anunciados pela THQ Nordic

SpongeBob SquarePants: The Cosmic Shake também foi anunciado.

Anunciado Outcast 2: A New Beginning

Sequela de um clássico de culto para PS5, Xbox Series X|S, e PC.

Forza Horizon 5 não terá demo

A Playground Games confirma.

Comentários (113)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários