A Bethesda já lançou Skyrim, DOOM, Wolfenstein 2, entre outros, na Nintendo Switch, tornando-se numa das editoras de maior referência na conversão de títulos de grande perfil para a híbrida.

Depois dessas conversões, a Bethesda está já a preparar outras bombas como DOOM Eternal e apesar de ainda não o ter anunciado, não fecha as portas a RAGE 2 na Switch.

Em conversa com o Variety, Tim Willits, director de RAGE 2, falou sobre o processo criativo por detrás desta espécie de Mad Max, que está a ser desenvolvido com a ajuda da Avalanche Studios, conhecida precisamente por Mad Max e Just Cause, que poderá eventualmente chegar a mais plataformas.

A id Software já trabalhou com a Panic Button no port de DOOM e agora na sequela, mas RAGE 2 poderá ser o próximo projecto.

"De momento, estamos a olhar para a tecnologia nisso e ainda o estamos a avaliar," disse Willits sobre o possível port Switch.

"Fazemos stream de tudo e estamos apenas a olhar....uma vez que tudo é aberto, tudo está disponível, não existe carregamento de níveis. De momento, estamos a avaliar isso, mas não sabemos."

Desenvolvido com o Apex Engine da Avalanche, RAGE 2 será um jogo singleplayer, com alguns elementos sociais, apoiado com conteúdos adicionais pagos e outros gratuitos.

RAGE está agendado para a Primavera de 2019.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.