A controvérsia em torno das micro-transacções e das caixas de loot deu muito que falar no final de 2017 e depois do que se passou com Star Wars Battlefront 2, as editoras são frequentemente questionadas se vão repetir o que a EA fez nos seus jogos.

Em conversa com o GameStar da Holanda, Tim Willits, director da id Software, um dos estúdios que está a trabalhar em RAGE 2, o outro é a Avalanche Studios, confirmou que o seu jogo não apresentará caixas de loot.

Willits confirmou que RAGE 2 não terá caixas de loot e diz mesmo que a abordagem é muito simples, só tens de te preocupar em comprar o jogo e jogar, mais nada.

"Temos uma abordagem nova: compras o jogo e depois jogas," disse Willits.

Sobre a colaboração com a Avalanche Studios, recrutada para tratar do mundo aberto graças à sua experiência, Willits assegura que o projecto começou como um esforço colaborativo e que a acção na primeira pessoa pela qual a id ficou conhecida estará presente em RAGE 2.

"O jogo foi sempre um projecto colaborativo e apresentará a acção first-person shooter ao estilo da id, enquanto na Avalanche está a mestria no mundo aberto," explicou.

"A id e a Bethesda sempre adoraram o mundo de RAGE e a ideia básica do jogo. Depois surgiu a oportunidade para trabalhar com a Avalanche e com isso a oportunidade para fazer o que sempre quisemos fazer." Willits confirmou ainda que RAGE 2 será apoiado por conteúdos adicionais após o lançamento, que o tornarão ainda mais divertido.

RAGE 2 chegará em 2019 e se quiseres podes visitar esta página onde reunimos tudo o que sabemos sobre o novo jogo da Bethesda.

Publicidade

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.