P7 da Remedy será lançado em 2019

A produção está a decorrer de acordo com os planos.

O novo projecto da Remedy, o estúdio responsável por Alan Wake e Quantum Break, tem data de lançamento marcada para 2019. A data foi divulgada como parte dos resultados financeiros do estúdio, que está a operar bem e com boa saúde financeira.

"O desenvolvimento do jogo progrediu de acordo com os nossos planos. Esperamos que P7 seja lançado em 2019," foi dito neste documento.

Deste projecto apenas sabemos que será um jogo de acção na terceira pessoa num novo universo da Remedy. O estúdio disse no mesmo documento que "P7 vai criar mecânicas e técnicas narrativas com as quais poderemos oferecer experiências mais longas aos jogadores".

"O desenvolvimento do jogo progrediu de acordo com os nossos planos. Esperamos que P7 seja lançado em 2019"

Para além de P7, a Remedy está a colaborar com a Smilegate em CrossFire 2. A campanha de CrossFire 2 será desenvolvida pela Remedy e continuará a receber atenção do estúdio ao longo de 2018.

É dito ainda que "em adição aos nossos dois projectos a decorrer neste momento, lançamos as preparações preliminares para um novo projecto de videojogo no final de 2017.

Publicidade

Salta para os comentários (9)

Sobre o Autor

Jorge Loureiro

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Conteúdos relacionados

Xbox One terá filtros de texto para combater toxicidade

Recebeste muitas mensagens de ódio? Aqui está uma solução.

Tira fotografias em Control a partir de amanhã

A Oldest House tem muito potencial fotográfico.

Arrancaram os testes do xCloud da Microsoft

Por enquanto apenas para E.U.A, Reino Unido e Coreia.

Também no site...

Comentários (9)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários