Call of Duty: WW2 censurado na Austrália

Classificado para maiores de 18.

A Activision modificou uma cena em Call of Duty: WW2 na sua versão Australiana, que envolve uma iminente ameaça sexual.

Avançado pelo Kotaku Australia, a Activision viu-se forçada a submeter novamente o jogo da Sledgehammer Games para aprovação, após ter recebido uma classificação de +18 devido à inclusão de uma cena de "ameaça de violência sexual".

Segundo a entidade Australiana responsável pela classificação etária dos jogos, COD: WW2 contém uma referência a ameaça de violência sexual definida pelo contexto.

Cuidado com os spoilers.

A cena referida pela entidade Australiana envolve a espia Rosseau, cntrolada pelo jogador, que vê uma mulher ser arrastada por um soldado Nazi para um armário e quando Rosseau abre a porta, o soldado diz "Vai embora, isto não te diz respeito."

Terás de decidir se matas o soldado ou vais embora. Na versão enviada para classificação na Austrália, se fores embora, fechas a porta e ouves o soldado e abrir o fecho das calças enquanto a mulher grita.

Apesar de não ser apresentada essa situação de violência sexual, a entidade Australiana diz que está contextualizada e existe a ameaça.

Para não enviar o jogo para as lojas com uma notificação de violência sexual, a Activision modificou o jogo para o reenviar. Na nova versão, a mulher usa umas calças e um top, ao invés de uma saia e um top, e o som do fecho a abrir foi removido.

O jogo permanece para +18 mas não apresentará a notificação de violência sexual, mas agora fica a questão sobre qual a versão que será apresentada no resto do mundo.

Na América do Norte, Call of Duty: WW2 recebeu a classificação "M for Mature", e a sua descrição pela ESRB fala em sangue, violência intensa, brutalidade e linguagem ofensiva. Não menciona violência sexual de qualquer espécie, sugerindo que na América do Norte será apresentada a versão modificada..

Publicidade

Salta para os comentários (14)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Estúdios third-party podem agora criar jogos de League of Legends

Riot Games abre o seu universo a outros produtores.

Grand Theft Auto Online está cada vez mais popular

Seis anos depois, é uma máquina de gerar dinheiro.

Esta publicidade da PS4 Pro é de chorar

Já alguma vez um videojogo te fez chorar?

Comando Xbox Elite Series 2 já disponível por 180€

Total controlo sobre a tua experiência de jogo.

Também no site...

Comentários (14)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários