Mercado Japonês no seu ponto mais baixo desde 1987

Tendência negativa dura há quase 10 anos.

Nos tempos recentes, é cada vez mais aparente que o mercado das consolas e videojogos está a encolher no Japão. Desde as vendas abaixo do esperado por parte de jogos em grandes séries até às vendas de consolas, os Japoneses já não investem tanto tempo e dinheiro na indústria dos videojogos.

Isto é algo que a Famitsu decidiu destacar, e fácil de ver com o gráfico preparado por Daniel Ahmad, analista na Niko Partners, que nos mostra que desde 2007 que o mercado Japonês regista uma tendência negativa. As descidas a ritmo anual têm sido consistentes, até que chegamos ao ponto mais baixo desde 1987.

Entre 1987 e 1997, a indústria Japonesa registou contínuo crescimento ou manteve-se estável, a pequena descida no início do novo milénio foi compensada com um incrível salto em 2006 e 2007, mas desde então está cada vez menor.

Em 2016, os relatos vindos do Japão demonstraram que os Japoneses estão menos interessados nas consolas dedicadas, e mais focados no mobile, portanto será altamente interessante assistir à chegada da nova Nintendo Switch, com uma postura e filosofias muito próprias, para ver como os Japoneses reagem.

Publicidade

Salta para os comentários (19)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Moon Knight e She-Hulk serão séries live action no Disney+

Bruce Banner deixou de ser o único Hulk.

Série The Mandalorian recebe primeiro trailer

Pedro Pascal protagoniza a série de Star Wars.

Cyberpunk 2077 estará no Tokyo Game Show

Spike Chunsoft promoverá o jogo da CD Projekt RED.

Também no site...

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários