Star Wars: Battlefront ficou sem campanha para ser lançado perto da data do novo filme

EA admite que fez falta.

Star Wars: Battlefront foi lançado a 17 de Novembro de 2015 e uma das maiores críticas foi a falta de uma campanha para um jogador, especialmente tendo em conta o universo épico em que o jogo está inserido. Numa conferência com os investidores e analistas, Michael Pachter, famoso analista, questionou os representantes da EA se conseguem assegurar uma melhoria na qualidade dos seus jogos, especialmente depois de estragarem a marca NBA, matarem Medal of Honor e não criarem um jogo Star Wars bem quotado.

Patrick Söderlund da EA, admitiu que estragaram a marca NBA e que estão a iniciar um novo plano para rectificar isso, mas que a qualidade dos seus jogos não desceu abaixo da média da indústria. Quanto a Star Wars: Battlefront, a chegada do mais recente filme esteve relacionada com a falta de uma campanha.

"Star Wars é um jogo para o qual é preciso olhar por outra perspectiva. Sim, sabemos que foi criticado pela falta de uma campanha. Foi uma decisão conscienciosa que foi tomada para sermos capazes de o lançar ao lado do filme que foi lançado, de forma a conseguir o impacto o mais forte possível."

"Penso que a equipa criou um jogo muito bom que essa premissa, e diria que teve sucesso, e alcançou uma demografia muito diferente daquela que é tradicional num jogo EA. Dessa perspectiva é um sucesso. Se estou contente com as notas de 75? Não. É algo que vamos rectificar no futuro? Absolutamente."

Söderlund falou também no geral, e confirmou que a Electronic Arts entende que é preciso profundidade nos seus jogos e uma boa campanha de forma a maximizar o seu potencial alcance. Mesmo que géneros diferentes exijam necessidades específicas, será preciso ter em conta os requisitos mais importantes.

"Na categoria dos shooters, sabemos que para um jogo realmente se destacar e ter sucesso, provavelmente precisas de uma campanha onde o jogador se pode familiarizar com o jogo e praticar, para depois saltar para o online."

Esperemos que a sequela tenha uma campanha.

Salta para os comentários (18)

Sobre o Autor

Bruno Galvão

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (18)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários