Black Desert Online - Análise

Um MMO com jogabilidade de hack and slash.

O sistema de combate é fluído e o editor de personagem tem muitas possibilidades, mas a falta de conteúdos end-game é uma desilusão.

Black Desert Online é um MMORPG desenvolvido na Coreia do Sul pela Pearl Abyss. Em 2014 teve o seu lançamento oficial na Coreia, no Japão e Rússia em 2015, e na Europa e Estados Unidos em 2016. Apesar de Black Desert ser um MMORPG, contém imensas propriedades que quase lhe dão um estilo único. Um desses factores é a sua inspiração em jogos sandbox que faz com que Black Desert seja extremamente expansivo em termos de mecânicas.

A Pearl Abyss criou o seu próprio motor para o jogo porque precisavam de uma ferramenta que conseguisse renderizar rapidamente o ambiente num mundo extenso e todos os seus habitantes. Este motor ficou apenas conhecido como “Black Desert Engine” e trouxe uma nova era à maneira como os gráficos num MMORPG são representados.

A nível gráfico, Black Desert Online é um dos MMOs mais evoluídos neste momento. O seu estilo gráfico fundamenta-se mais no realismo, na representação dinâmica dos raios solares, das sombras, das condições atmosféricas, efeitos especiais, texturas com relevo e muitas outras características. Outra coisa a apontar no jogo é a criação de personagem, extremamente complexa e simples ao mesmo tempo. É possível editar a personagem da maneira que quiserem, independentemente de qualquer aspecto facial, corporal ou até mesmo uma simples parte do cabelo.

Exemplificando, podemos escolher se a personagem terá cabelo longo, curto, encaracolado, frisado, parcialmente ondulado, com madeixas, com raiz de cor diferente, ou até mesmo chegarmos ao ponto da personagem ter quatro tipos de cabelo diferentes na cabeça. Este sistema de criação foi tão bem comentado e adorado que, antes do lançamento oficial do jogo na Europa e nos Estados Unidos, a Pearl Abyss lançou uma versão gratuita do editor de personagens. Com esse mesmo criador de personagens, depois de criarmos o nosso personagem, podíamos gravar o ficheiro no nosso PC para mais tarde migrá-lo para o jogo completo. Mesmo depois do lançamento oficial, este sistema ainda pode ser usado, tendo assim fundado imensas comunidades que partilham as suas criações feitas por este maravilhoso criador que nos permite dar forma desde um monstro desfigurado até uma super modelo.

As Classes de Black Desert Online

Neste momento existem oito possíveis classes, e para nossa surpresa, infelizmente, são todas bloqueadas por género. Cada uma tem o seu sexo pré-definido e não existe maneira de alterar isto, nem mesmo com o esplendido criador de personagens. Temos o clássico Warrior, que luta usando espada e escudo. O escudo serve para defesa e imobilizar inimigos, e quando estes estiverem incapacitados, o Warrior poderá usar ataques e combos rápidos para o matar. A Ranger usa imensos tipos de habilidades com as flechas. Como é comum numa personagem que ataca ao longe, a Ranger é pouco resistente e para isso é necessário que o jogador saiba conjugar cada ataque com o facto de manter certa distância ou até mesmo desviar cada ataque do inimigo.

A Ranger usa imensos tipos de habilidades com as flechas. Como é comum numa personagem que ataca ao longe, a Ranger é pouco resistente e para isso é necessário que o jogador saiba conjugar cada ataque com o facto de manter certa distância ou até mesmo desviar cada ataque do inimigo. A Sorceress, uma utilizadora de magia negra, tem ataques de curta e média distância. Usa ataques rápidos com grandes efeitos devido a esses aparecerem puramente do ar, porém, tal como a Ranger, carece de resistência a dano, apesar de ter uma boa mão de controlos para multidões.

a
Algumas quests têm um boss que é apresentado de uma maneira dramática.

O Berserker é uma classe exclusiva para a única raça não-humana do jogo, chamada de Giant. O Berserker usa dois grandes machados em combate e é extremamente viável para derrotar grupos de inimigos com ataques totalmente devastadores. A Valkyrie é quase vista na comunidade como a versão feminina do Warrior. Isto não é completamente correcto. As Valkyries têm poderes sagrados para ficarem mais fortes e resistentes por breves períodos de tempo e para atacar, defender e se curarem. É uma boa personagem para principiantes e bastante versátil.A Tamer é uma classe bastante apelativa para quem não gosta de ver a personagem a lutar sozinha, j A que utiliza uma besta divina chamada Heilang para a ajudar em combate. A Heilang é bastante útil pois pode ser montada e as duas personagens podem ser usadas como uma só, ou podem simplesmente ser usadas separadamente.

As últimas duas classes são Wizard e Witch. Estas duas classes são muito idênticas, ambas a partilham o mesmo estilo de jogo, e quase todas as habilidades em ambas são iguais bem como o equipamento. No entanto, o Wizard é exclusivo do sexo masculino representado num homem de idade avançada. Já a Witch é um exclusivo do sexo feminino e é representado por uma menina jovem. Como disse, o estilo de jogo deles é o mesmo, com foco na magia de fogo, gelo e outros poderes elementais.

A jogabilidade de Black Desert Online é exatamente igual à de um bom hack and slash. Esta exige que o jogador decore habilidades que poderão ser executadas através de combinações de teclas (tal como um Hack and Slash comum) ou através de atalhos nas barras de habilidade. Em cada combate em Black Desert têm de levar em conta que, se quiserem uma vitória rápida, terão que usar o máximo de combinações possíveis. Quanto mais alto for o nível, mais habilidades a personagem terá e mais combinações serão possíveis.

"A jogabilidade de Black Desert Online é exatamente igual à de um bom hack and slash"

Cada personagem tem dezenas de habilidades diferentes que evoluem, mudam, melhoram e se modificam conforme a maneira como jogamos. A Valkyrie é um exemplo sólido disso, pois podemos evoluir as habilidades dela de forma a que ela se dedique mais a dar buffs aos seus companheiros e a defender mais do que atacar.Em certas quests que nos mandam lutar contra um Boss, é preciso que durante o combate usemos a combinação certa de habilidades para que o possamos vencer, caso contrário poderemos ter problemas.

Apesar do nível nos dar estatísticas e habilidades, não é o que nos torna mais fortes, mas sim o Knowledge (Conhecimento). O sistema de Knowledge faz com que a personagem saiba mais sobre o mundo que a rodeia, e consequentemente, tira mais dano a certos inimigos que já conhece. Por exemplo, se a tua personagem já lutou contra vários Imps de classe B, ele já sabe que eles levam mais dano no abdómen do que na cabeça e com isso ela passa a dar mais dano nos Imps de classe B. A Knowledge influência tudo no jogo, por isso, é aconselhado a todos os jogadores, explorar bem o mundo, falar com muitos NPC's, e lutar contra mobs diferentes.

Em Black Desert Online, a regra de ouro é "O Conhecimento é Poder"

O que torna Black Desert Online num MMORPG/Sanbox não é somente sistema de Knowledge. Existem imensos factores que o jogador tem que compreender antes de se lançar totalmente à aventura. Existem profissões que exigem determinação e tempo para darem fruto. O Trading faz com que a nossa personagem se torne num mestre a negociar com NPC's de maneira a tirar o máximo lucro possível. O Taming é ótimo para quem gosta de colecionar cavalos selvagens, criá-los, e conforme as gerações fazer um cavalo melhor do que o outro em imensos factores como por exemplo a velocidade e resistência.

c
As cinemáticas são sempre com gráficos in-game e na primeira pessoa.

O Fishing e o Gathering são óptimas profissões para quem gosta de explorar, pois com isso tiramos partido do que a natureza nos dá. O Crafting é uma das profissões que exige que o jogador tenha imensos fundos e recursos, pois afinal de contas, desenvolver poções, alimentos que dão estatísticas extra, entre outras artimanhas, não sai barato. Por último, mas não menos importante, o Housing. Afinal de contas todos os nossos personagens deviam ter direito a ter uma casa e a não passar a noite ao relento quando fazemos log out. O Housing é um pequeno privilégio dada à nossa personagem. Obviamente a casa terá de comprada e poderá ser decorada ao vosso gosto.

Todas as profissões podem ser praticadas devidamente, porém, impõem um limite ao jogador e é aqui o jogo nos introduz ao sistema de energia. Este sistema limita o jogador a um determinado número de ações autorizadas no jogo, sejam quests, gathering ou socializar com NPCs. A energia, contudo, não é fixa para sempre. O limite dela também cresce à medida que ao personagem também cresce. Porém este sistema não é o fim do mundo. A cada 3 minutos recuperamos um ponto. Um jogador normal demora em média 5 a 7 minutos a cumprir uma quest simples em Black Desert Online, e neste mesmo tempo já recuperou a energia para aceitar mais duas quests. Outra forma de recuperar energia é fazer umas quests repetitivas que são extremamente simples. Como já referi, o limite de energia cresce conforme a personagem cresce. O que significa isto? Bem, para fazer isto basta apenas “brincar” dentro do jogo, matando uns mobs, ganhando XP, explorando e ganhando o Knowledge.

"O sistema de energia é inútil, a não ser para aquelas pessoas que perdem a noção do tempo enquanto jogam"

O sistema de energia é inútil, a não ser para aquelas pessoas que perdem a noção do tempo enquanto jogam. É sem dúvida um dos pontos mais a criticar do jogo, pois até falar no General Chat gasta 1 ponto de energia. Apesar de tudo, obriga o jogador a ter que fazer uma pausa de vez em quando, e isso torna-se num atraso para os mais hardcores.

Uma pergunta que muitos fazem quando se deparam com um jogo como este é se contém algum aspecto de Pay-to-Win. Black Desert realmente dispõe de uma loja com imensos itens, desde armaduras estéticas a decorações especiais para as casas. Mas o jogo não deve ser considerado Pay-to-Win, pois os itens adquiridos na loja pouco ou nada alteram o curso do jogo. Existem animais de estimação que podem ajudar o jogador a ganhar loot, armaduras que dão um pequeno aumento de estatísticas quando estão a ser usadas, mas que facilmente podem ser vencidas por outras adquiridas no jogo, tornando as compradas na loja usáveis apenas para a estética.

O jogo em termos história é muito expansivo e por vezes faz-nos sentir como se estivéssemos a jogar um cruzamento entre Skyrim e The Witcher. Existem imensas side quests pelo meio que nos vão distrair e obviamente beneficiar no decorrer do jogo. A grande maioria dos NPC's têm histórias para contar, relações entre eles que poderão ser postas a prova em mini-jogos, e problemas pessoais. Mas ao focarmo-nos na história principal iremos dar conta que a nossa personagem acorda amnésico no meio de uma aldeia e que um pequeno espírito negro acorda-nos e guia-nos perante a nossa jornada.

Esta jornada é destinada a encontrar as respostas e as fontes da energia negra que se tem propagado. Uma dessas fontes são as Black Stones. Segundo o que a lenda diz, as Black Stones corromperam as mentes dos povos antigos que. através dos seus poderes de alquimia, causaram a queda da sua própria civilização. Estas Black Stones são normalmente encontradas num deserto que marca o centro entre a Republica de Calpheon e o Reino de Valencia. Os habitantes de Calpheon chamam a este mesmo deserto de “Black Desert” e declararam guerra a Valencia para que se pudessem apoderar daquele deserto rico em recursos. Os habitantes de Valencia chamam a zona de “Red Desert” devido a todo o sangue que lá foi derramado. A história também se foca em descobrir os segredos da antiga civilização que desapareceu, explorando as memórias da nossa personagem e para descobrir o segredo que guarda o espírito negro que nos acompanha.

A história ao princípio não mostra muita complexidade pela sua sinopse, porém, à medida que o jogador explora o jogo, conhece novas personagens e vê eventos dramáticos a acontecerem em cinemáticas ou até durante o gameplay, o que deixará muitos jogadores confusos sobre o que realmente se está a passar, mas quem gosta de ler quests e de uma história expansiva sem dúvida que a experiência lhe agradará.

Black Desert Online não tem End Game!

Sim, leram bem. Todos crescemos a ver MMO's com um nível limite fixo e logo a seguir a participar nos conteúdos típicos de end game como dungeons, raids, eventos de história pós-nível máximo, e outras actividades. Mas Black Desert dá um tiro a essa teoria. O jogo em vez de ter um nível máximo, tem uma espécie de nível médio. O nível médio de Black Desert é o nível 50. Demora-se um bom tempo até chegar até este número, mas aí está a surpresa, a barra de XP não desaparece, continua lá a contabilizar XP.

É possível ultrapassa o nível 50, mas é extremamente trabalhoso e leva uma extrema carga de horas a fazer grind. Não se esqueçam que aqui o nível não terá grande influência se o personagem não tiver adquirido muito Knowledge. Então para que servem os níveis acima de 50? Infelizmente a Pearl Abyss não justifica esse facto, e só para verem como é extremamente difícil e trabalhoso subir acima do nível 50, um dos jogadores da Coreia com mais experiência é de nível 53 (recordem-se que o jogo já está disponível lá desde 2014).

"A falta de conteúdo end-game como Dungeons, World Bosses e Raids é um grande desperdício"

Depois de alcançar o nível 50, o jogador terá que pensar no que quer fazer a seguir. Pode juntar-se a uma guild e lutar no mundo PVP em guerra aberta contra outras guilds para disputar territórios e recursos. Poderá tornar-se um mestre da economia dominando o monopólio do jogo, ou poderá tentar obter todo o Knowledge disponível no jogo ao fazer grind. Também poderá focar-se nas profissões como fazer criação de cavalos, Gathering para vender, ou simplesmente começar outra personagem. Não nos podemos esquecer que de qualquer maneira isto é um MMORPG. Qualquer coisa nova poderá aparecer nos próximos, sejam eventos especiais, novas classes, novas histórias, ou extensões de território.

Para um veredicto final a Black Desert Online, devo admitir que é divertidíssimo de jogar. Criar a personagem é fácil e conseguir realizar vários combos e ver como cada golpe bem executado nos dá satisfação pelo efeito de câmara tremida, entre outros efeitos especiais. Os gráficos são soberbos tal como o sistema de combate, mas infelizmente o jogo não é um grande desafio no PV. Os mobs são consideravelmente fáceis de matar, o jogador vai transbordar de poções de vida à medida que completa quests, e o jogo não explica a maioria dos sistemas e utilidades como deveria. As quests são pouco originais, o típico “mata cinco lobos e depois fala com aquele tipo”. Haverá momentos em que o jogador se encontrará preso numa linha de quests que consiste praticamente em andar de terra em terra a falar com X pessoas.

A falta de conteúdo end-game como Dungeons, World Bosses e Raids é um grande desperdício para um jogo com um sistema de combate tão fluído e afinado ( não é um MMORPG genérico de apontar e matar). Como tal, não é aconselhado a todos os jogadores. É um jogo que exige muito tempo, exploração, estudo e cálculo. É como se fosse um monopólio em que os mais espertos e dedicados podem governar o mundo em termos económicos.

Publicidade

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (12)

Sobre o Autor

Sérgio Luz

Sérgio Luz

Redator

Um grande aficionado por RPGs e por todo o tipo de jogos que o PC abrange sejam MMOs ou MOBAs. Adora jogos que tenham histórias complexas e bem construídas, não deixando de lado jogos tais como Kingdom Hearts, Final Fantasy e Persona.

Conteúdos relacionados

Destiny 2: Shadowkeep - Review - 70 horas na Lua

Bungie continua a trabalhar para os fãs.

Pokémon GO Plus - Análise

O acessório oficial da Nintendo para o popular jogo de smartphone.

RecomendadoWorld of Warcraft: Legion - Análise

Vale a pena voltar para jogar a nova expansão?

Também no site...

Pokémon Go - Tarefas e Recompensas da Pesquisa de Campo de Agosto

Todas as missões listadas, juntamente com a recompensa.

Pokémon Go - Raids de Cresselia, Kyogre e Groudon

Datas, Horários, Versões Shiny, Counters e mais sobre estas Raid Battles.

Comentários (12)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários