Bloodborne: Miyazaki teve de baixar um pouco o nível de violência

"Conversámos muito sobre entre ultrapassar os limites do que é correcto e do que é de muito mau gosto"

Hidetaka Miyazaki, o grande responsável por Bloodborne, reconheceu que a From Software optou por baixar o tom violento do título porque chegaram a um ponto em que o jogo era assustador.

"Havia muitas coisas que tivemos que baixar e o tom da violência foi uma delas," comentou Miyazaki em entrevista com o Kotaku. "Bloodborne transporta-nos para um mundo de pesadelos e essa sensação de terror tem que ser representada, por isso há sempre coisas que quando as crias pela primeira vez são vistas de outra perspectiva. Onde é que tu defines os limites do que podes e o que não podes mostrar?", questionou ele.

"Foi algo que tive de trabalhar muito durante o desenvolvimento. Quis ir dar um passo para uma experiência mais sinistra e um enquadramento mais horrível do que o mostrado na série Souls, mas há que ter cuidado até onde chegas, e isso foi algo em que a Sony nos ajudou muito," reconheceu. "Conversámos muito sobre entre ultrapassar os limites do que é correcto e do que é de muito mau gosto".

No entanto isto não significa que Bloodborne vá ser jogo mimosinho, muito pelo contrário. "Quando as criaturas são atacadas e o sangue está espalhado por todo o lado, isso foi ajustado de uma forma mais artística do que de uma forma mais violenta ou terrorífica; isso é simbólico. Está representado da mesma forma que seria mostrado numa pintura, e não de uma forma fotorealista," acrescentou ele. "Isso mantém o sentido do terror sem chegar a ser gratuito."

Salta para os comentários (19)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Fortnite é um pesadelo, diz José Mourinho

Os jogadores passam demasiado tempo a jogar.

Artigo | Spider-Man: Miles Morales tem algo a ensinar aos jogos em mundo aberto

Insomniac Games ressuscitou uma sensação que pensava perdida.

O que estamos a jogar - 31 de Julho

É tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Forza Motorsport 7 vai ser removido das lojas digitais

Microsoft anuncia que o jogo chegou ao final de vida.

Também no site...

O que estamos a jogar - 31 de Julho

É tu, a que jogos tens dedicado o teu tempo?

Fortnite é um pesadelo, diz José Mourinho

Os jogadores passam demasiado tempo a jogar.

Parte 2 de Fantasian está quase pronta

Mistwalker promete que será maior que a primeira.

Artigo | Spider-Man: Miles Morales tem algo a ensinar aos jogos em mundo aberto

Insomniac Games ressuscitou uma sensação que pensava perdida.

Comentários (19)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários