Microsoft diz que retirar o Kinect da Xbox One vai fazer com que o periférico se venda mais

Acredita que os utilizadores vão acabar por se aperceber que precisam do Kinect.

Apesar de parecer o contrário, a Microsoft acredita que o facto de começar a vender a Xbox One sem o Kinect fará com que, a longo prazo, melhorem as vendas do dispositivo de detecção de movimentos.

Pelo menos é o que pensa Phil Spencer, responsável pela divisão Xbox, que em declarações ao CNET, considera que "a longo prazo penso que vamos vender mais unidades Kinect com esta nova estratégia."

Spencer explicou que vender a Xbox One sem o Kinect a 399 dólares, ajudará a impulsionar as vendas da consola a curto prazo, mas que mais tarde os utilizadores vão acabar por descobrir que precisam do Kinect para completar a experiência com a Xbox One.

Já se sabe que a Xbox One sem o Kinect vai estar disponível a partir do dia 9 de junho, no entanto quanto à venda do Kinect em separado ainda nada se sabe.

Salta para os comentários (29)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (29)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários