Numa extensa entrevista com a revista games™, Hideo Kojima falou sobre o estado da indústria, o futuro dos jogos e do seu Metal Gear Solid V.

"Temos visto um fenómeno em todo o mundo," disse Kojima. "Os jovens estão a perder o interesse nos jogos de alta qualidade e estão a focar-se mais nos jogos sociais e para os dispositivos móveis, principalmente no Japão. Eu quero demonstrar às pessoas que os jogos de alta qualidade japoneses ainda valem a pena ser jogados e que os grandes jogos japoneses ainda têm futuro."

Como não poderia deixar de ser Kojima falou sobre o seu mais recente trabalho Metal Gear Solid V: Ground Zeroes, referindo que o seu jogo poderá encaixar nesta nova geração de jogadores que parece não ter muita paciência, nem tempo, para estar horas em frente a um ecrã, uma vez que a história principal poderá ser terminada em 90 minutos.

Quanto ao facto de Metal Gear Solid V ser lançado em duas partes, uma com uma espécie de prólogo chamada Ground Zeroes e outra principal intitulada de The Phantom Pain, Kojima referiu que, "Vou ser sincero, dividir MGS V não foi um movimento estratégico."

"The Phantom Pain é cerca de 200 vezes maior que Ground Zeroes. Um jogo assim tão grande não está pronto para a janela de lançamento de uma consola next-gen, e não tínhamos nenhuns títulos japoneses que estariam disponíveis. Nessa altura, a porção de Ground Zeroes já estava quase completa e muitos fãs estavam a pedir-nos um prólogo, por isso chegámos a essa decisão. Foi essa a razão para o lançarmos."

Metal Gear Solid V: Ground Zeroes vai ser lançado no dia 20 de março para Xbox 360, Xbox One, PlayStation 3 e PlayStation 4.

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.