Hideo Kojima, o famoso criador de Metal Gear Solid, adiantou que durante uns tempos, Ground Zeroes foi um projeto que tinha como destino de lançamento a PSP ou a PlayStation, uma vez que o objetivo da Kojima Productions era ter o jogo pronto o quanto antes depois do lançamento de Metal Gear Solid: Peace Walker para a PSP.

Em entrevista com o Kotaku, Kojima contou que, "Honestamente, queria lançar era Ground Zeroes logo após Peace Walker. Fosse na PSP ou na PS3. Mas tivemos problemas com o desenvolvimento do jogo, e também alguns atrasos com Metal Gear Rising. E também ficámos a saber que vinha aí a nova geração, como tal acabou por ser o jogo que é agora."

Kojima falou também sobre a tão polémica decisão de separar em dois jogos Metal Gear Solid V, que contará com um prólogo, o já citado Ground Zeroes, e uma parte principal, por assim dizer, conhecida como The Phantom Pain.

"O ideal teria sido lançar Ground Zeroes e a parte principal do jogo juntos," referiu ele. Mas dadas as grandes dimensões de Phantom Pain, que, segundo Kojima, é um jogo muito grande e que vai demorar até ser lançado, ele acreditou que a melhor opção seria ouvir os fãs e lançar pelo menos o prólogo, para que as pessoas pudessem jogar o quanto antes esta nova experiência.

Metal Gear Solid V: Ground Zeroes vai ser lançado na primavera do próximo ano.

Publicidade

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.