Criadores de Driver pensam na next-gen

1080p e 60 fps deverão ser obrigatórios.

A Reflections, produtora de Driver: San Francisco, já está a pensar em criar um motor de jogo para a próxima geração, e quer que a resolução 1080p e os jogos os 60 frames por segundo sejam obrigatórios na próxima Xbox e PS4.

Martin Edmonson, fundador da estúdio, disse ao Eurogamer que isso irá erradicar uma série de desafios que os produtores enfrentam na criação de jogos para a Xbox 360 e PS3.

"Eu gostaria de ver 1080p, e 60 frames por segundo como um mandato," disse ele. "Uma igualdade de condições onde não teremos mais estes dilemas - iremos apostar no detalhes ou será que vamos apostar no frame-rate? Vamos para os efeitos ou vamos para o frame-rate? Vamos para a resolução ou vamos para a memória?"

"Mas para termos esta igualdade de condições onde tu aceitas que o jogo vai ser tão fluído como seda, tens de aceitar que a resolução vai ser muito nítida e alta, depois tudo vai depender dos conteúdos. Isso seria algo que eu consideraria, tirar do caminho uma série de dilemas e de coisas sem sentido."

Driver: San Francisco já se encontra à venda nas lojas, e corre a 60 fps no single-player - mas o número de frames cai para metade quando jogamos com o multiplayer.

Apesar de Edmonson acreditar que a versão PS3 tenha retirado o máximo partido da máquina, ele contou que a consola da Sony apresentou muitos desafios para a equipa de desenvolvimento, desafios que ele espera que desapareçam na próxima geração.

"Espero que os programadores tenham acesso mais rápido e fácil às características do hardware, funcionalidades e potência, para que percamos menos tempo - bem a Xbox 360 não nos trouxe muitos problemas, mas na PS3 foi muito difícil tirarmos o melhor partido dela," contou ele.

"Estou convencido de que Driver: San Francisco puxou pela consola ao máximo. Mas para conseguirmos isso foi muito duro e demorado. Tem as suas vantagens e desvantagens. Quando tens sistemas complexos como a PS3, isso quer dizer que tens poder escondido, vantagens escondidas e que podes explorar essas coisas e criares algumas coisas surpreendentes."

"Ajuda a separar os bons programadores dos maus em termos de tecnologia. Mas isso faz com que gastemos meses, anos e milhões de dólares para dominar o sistema, em vez de estarmos a produzir conteúdos inovadores."

"O que espero de uma nova máquina é a facilidade de acesso."

Fala-se muito que a Microsoft pode estar a preparar o anúncio da próxima Xbox na E3 2012. Rumores apontam para que a Sony anuncie a PS4 também no próximo ano. E a Crytek poderá estar a criar TimeSplitters 4 usando o DirectX 11 como uma referência visual.

"Estamos a pensar sobre isso agora, e qualquer outra produtora estará a pensar sobre isso neste momento," disse ele.

"E qualquer jogo que esteja a ser produzido com uma data de lançamento prevista para daqui a 4 anos - com um tamanho semelhante a Driver: San Francisco ou um pouco menor - estará a ser pensado em termos da próxima geração, e não nesta geração. É algo que está a ser pensado agora."

"É claro tu deitas fora o motor; nós deitámos fora o motor de Destruction Derby, deitámos fora o motor de Driver 1, o motor de Stuntman, o motor de Driver 2. Mas aquilo com que ficas é uma enorme quantidade de conhecimento e de saber aquilo que deves fazer ou não numa abordagem. Isso é um conhecimento de valor inestimável, que te poupa muito tempo e esforço quando se trata da vinda das próximas máquinas."

Salta para os comentários (13)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (13)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários