Infinite é mais que um Bioshock no céu

Irrational diz que isso seria aborrecido.

O próximo Bioshock Infinite pretende dar um passo em frente na série. Como tal a Irrational acredita que o jogo que têm entre mãos vai mais além de ser um "Bioshock no céu", algo que consideram que seria aborrecido.

Ken Levine e Nate Wells, dois dos dirigentes da Irrational, explicaram que estão a desenvolver motivações que vão mais além de conceitos simples, embora haja elementos semelhantes entre Bioshock e Infinite.

Um dos elementos diferenciais entre os dois jogos passa pelo grande optimismo da sociedade na tecnologia, o estilo de vida e a arquitectura onde se passa a história do jogo. A ideia é que em termos de jogabilidade, Infinite vá mais além de mostrar algo bonito como se passava em Rapture.

"Estar no céu significa algo," afirmaram, dando como exemplos casos de plataformas móveis e situações novas em que a morte está sempre à espreita à medida que vamos avançado pelos céus.

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários