Próximo Dissidia poderá ser diferente

Série pode afastar-se do género de luta.

Em entrevista com a revista japonesa Dengeki PlayStation, Tetsuya Nomura, produtor de Dissidia Duodecim Final Fantasy, revelou alguns detalhes do futuro da série.

De acordo com Nomura, desta vez não haverá uma versão Universal Tuning, como aconteceu com o Dissidia original e outros jogos da Square Enix como Kingdom Hearts com Final Mix e Final Fantasy com International. A razão para tal é que o lançamento ocidental desta vez é quase simultâneo com o japonês, pelo que não haverá ajustes ou diferenças entre versões.

Nomura revelou que não haverá um novo Dissidia, pelo menos que seja de luta, e confessou que a sua equipa não se rendeu ao género, mas acredita que fizeram de tudo para criar um bom jogo. A série poderá evoluir para outro género, depois de vários anos na luta do um-contra-um.

Salta para os comentários (4)

Sobre o Autor

Luís Alves

Luís Alves

Colaborador

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Conteúdos relacionados

Também no site...

Crash origina remoção de modo em Call of Duty: Vanguard nas consolas Xbox Series

Sledgehammer investiga causas por detrás dos problemas com Champion Hill.

Call of Duty: Vanguard em promoção em todas as plataformas

Activision tenta recuperar das baixas vendas iniciais.

Cyberpunk 2077 terá versões PS5 e Xbox Series antes de abril de 2022

The Witcher 3 terá versão de atual geração na primavera de 2022.

Comentários (4)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários