DC Universe Online • Página 2

Uma satisfatória cruzada ao fabuloso mundo DC.

As missões em DC Universe Online são meio como que uma relação amor-ódio. É que a coisa que mais odeio nos jogos é quando lhes descubro um padrão... e aqui acreditem que o vão descobrir cedo. Em primeiro lugar nunca ganham a sensação de realmente andar em busca de missões pois precocemente serão bombardeados com uma carrada delas. Por um lado é bom, pois ficam ocupados desde cedo. O problema é que as missões são, na maioria, semelhantes, mudando apenas o inimigo. Começam por derrotar um X número de inimigos dos mais miseráveis, depois interceptam uns carregamentos, derrotam uns inimigos já mais fortes, fazem outra coisa qualquer, e depois ganham o direito a entrar numa infra-estrutura onde vão encontrar o verdadeiro Boss. Ora a missão poderia perfeitamente começar aí pois o resto é treta.

Como disse, combater é intuitivo e divertido, mas muito cedo começam a perceber que muito do jogo passa por isso. Por vezes até é possível esquecer que estão a jogar um MMO. Raramente as missões são feitas de forma a que encontrem inimigos humanos pelo meio, ou que precisem de aliados para realizar qualquer missão que seja. No que diz respeito ao estilo de jogo, a caminhada até ao nível 30 é quase uma preparação, pois o verdadeiro desafio em conjunto vem com o desbloqueamento dos Duos e Raids. Até lá a maior experiência conjunta que obtém serão algumas missões em que por acaso o lado inimigo está com um objectivo inverso ao vosso numa mesma localidade. Isso ou então as Arenas e salas PVP que permitem colocar jogadores frente a frente, ou PVE, contra a IA.

Mas também por aí este DC Universe Online peca um pouco. É que para um jogo que requer uma mensalidade é inadmissível ter que espera por vezes até 40-70 minutos para entrar num evento PVP ou PVE. Isto é apenas um exemplo, mas em média não escaparão aos 20 minutos, e contem ainda com quebras de ligação e atrasos na entrada para os ditos eventos. É certo que isto virá a acalmar, ainda para mais com o exponencial crescimento de desistentes não dispostos a pagar a mensalidade. É que mesmo para um jogo deste estilo, DC Universe Online não oferece grandes motivos para levar o jogador a continuar depois do primeiro mês.

Por outro lado, se são o tipo de jogador que se alimenta do nível como forma de gabarito, aqui cedo vão perde-lo pois chegar a nível 30 não deverá demorar mais do que uma semana, e dependendo das horas de jogo poderá demorar dias. Mas nisto existe também uma vertente de amor, como disse. DC Universe Online faz lembrar aqueles jogos Hack and Slash que têm a mecânica mas lhes falta o conteúdo. Mas não falta. O conteúdo aqui é só um – o material da DC. E é precisamente aí que o jogo ganha. Vão encontrar aqui um serviço aos fãs espectacular, com vozes bem recriadas das quais destaco a presença de Mark Hamill na caracterização de Joker, tal como já vem sendo habitual até nos videojogos. Além disso é possível encontrar aqui qualquer personagem da DC que queiram nomear, umas com papel mais vincado que outras.

Para além disso, e é por aqui que é possível estender a longevidade da aventura, poderão, naturalmente, jogar com personagens das duas facções. Para além do facto das histórias terem missões e inimigos diferentes, torna-se particularmente interessante embarcar em ambas pois só assim poderão conhecer o mundo DC a fundo. É que quando realizam a história pelo lado do bem, desbloqueiam sequências vídeo em estilo BD referentes às biografias dos vilões, e vice-versa. Para conseguir conhecer todos os heróis e vilões torna-se crucial conhecer as duas partes. Este acaba por ser o principal incentivo, mas podem ficar certos que a evolução da personagem também não será feita duas vezes de forma igual. Seja a nível de personalização, poderes ou equipamento.

Existem espalhados pelas diversas Safe Houses de Metropolis ou Gotham diversos vendedores que estarão sempre dispostos a fazer uns trocos graças à vossa necessidade por medicamentos ou equipamento. Existem também vendedores com produtos exclusivos, sendo que para os conquistarem terão que ganhar o seu respeito. Mas para encontrar equipamento à vossa medida – equipamento que aguente tanta porrada quanto os vossos poderes permitem – terão que procurar em centros específicos. É aqui que entra a Watchtower, o centro de encontro, pesquisa e melhoramento dos heróis da Justice League, desta feita adaptado às novas exigências da situação. Se escolherem ser um vilão terão ao dispor o Hall of Doom, o correspondente do lado negro referente à Watchtower.

Lê o nosso Sistema de Pontuação

Salta para os comentários (11)

Sobre o Autor

Ricardo Madeira

Ricardo Madeira

Colaborador

É redator e dá voz à Eurogamer Portugal. É um dos mais antigos membros da equipa, e ao mesmo tempo um dos mais novos. Confusos? É simples.

Conteúdos relacionados

Eis Microsoft Flight Simulator a correr na Xbox Series S

1080p30 com uma qualidade impressionante.

Samurai Warriors 5 - review - Um refrescante reinício

Novo estilo visual apelativo, novas mecânicas e um maior dinamismo

Promoções de Verão da PlayStation chegam às lojas

Jogos PS5, PS4 e PlayStation Hits com descontos.

Também no site...

Comentários (11)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!

Ignora piores comentários
Ordenar
Comentários