Skip to main content

Netflix pondera versões gratuitas do seu serviço em mercados como a Europa

Subscrição com base em publicidade.

Image credit: Netflix

Apesar de ser um dos maiores serviços de streaming, a Netflix enfrenta desafios importantes no mercado publicitário. De acordo com informações obtidas através de um artigo do Bloomberg, a empresa ainda está longe de estar entre os dez maiores players para os anunciantes.

Historicamente, a indústria dos meios de comunicação social passou por várias fases de crescimento e cortes, começando com um boom impulsionado pela publicidade, seguido de uma era de subscrições. Nos últimos anos, empresas que anteriormente dependiam exclusivamente de assinaturas, como a Netflix e a Spotify, começaram a incorporar anúncios nos seus modelos de negócio.

Durante uma reunião recente em Cannes, vários executivos do sector discutiram a importância crescente da publicidade. Empresas como a Target, a Uber e até as empresas de cartões de crédito estão a interessar-se cada vez mais por este mercado. Para a Netflix, a introdução de um plano mais barato suportado por anúncios foi um passo fundamental para atrair clientes mais sensíveis aos preços.

No entanto, a Netflix ainda está a lutar para aumentar a sua operação de publicidade. "O seu crescimento tem sido lento", afirmou um responsável pela publicidade. Atualmente, a Netflix ocupa a nona ou décima posição no mercado da publicidade em vídeo online e enfrenta dificuldades em competir com gigantes como o YouTube, a Disney e a Amazon, que têm abordagens diferentes e mais agressivas no mercado da publicidade.

Num esforço para aumentar o seu inventário de publicidade, a Netflix está a considerar criar versões gratuitas do seu serviço em mercados como a Europa e a Ásia. Embora estes planos ainda estejam em discussão e não haja previsão de implementação nos EUA, esta estratégia poderá ajudar a empresa a chegar a mais utilizadores que não podem pagar o serviço.

Recentemente, a Netflix também tem investido em eventos e desportos ao vivo para aumentar o número de anúncios exibidos. Em parceria com a Microsoft, a empresa estruturou um acordo para garantir um determinado nível de vendas de publicidade, mas a relação entre as duas empresas tem enfrentado dificuldades.

Apesar dos obstáculos, a Netflix acredita que a publicidade será uma parte significativa do seu negócio nos próximos anos, com planos para incorporar mais tecnologia e vendas. Após anos a oferecer uma experiência sem anúncios, a empresa está a procurar cada vez mais formas de integrar a publicidade na sua plataforma para maximizar as receitas.

Lê também