Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Governo francês bane estrangeirismos como "streaming" e "eSports"

Quer preservar a língua francesa.

O governo francês decidiu que está na hora de agir e proteger a língua Francesa antes que os danos se tornem irreparáveis. Para isso, decidiu banir diversos estrangeirismos importados da língua Inglesa para reservar a pureza da sua língua.

O Ministério da Cultura diz que o setor dos videojogos está repleto de palavras Inglesas que podem representar uma barreira na compreensão de quem não está habituado aos videojogos e por isso mesmo apresenta as palavras francesas que devem ser usadas.

Segundo avança o The Guardian, o Journal officiel de la République Française apresentou uma atualização na qual apela à preservação da pureza da língua Francesa e pretende assegurar que não são usados estrangeirismos para conceitos e atividades que podem ser explicadas na sua própria língua.

Perante isto, um ‘pro gamer’ deve ser chamado pelo existente termo francês ‘joueur professionnel’, enquanto um ‘streamer’ é um ‘joueur-animateur en direct’. Tal como acontece em Portugal, o governo francês pretende que ‘cloud gaming’ seja ‘jeu video en nuage’, tal como dizemos 'videojogos na nuvem'.

Por enquanto, isto apenas se aplica aos funcionários do governo francês, que a partir de agora não podem usar estes estrangeirismos, mostrando que França está a lutar com mais força contra os estrangeirismos.

O uso de palavras estrangeiras ao invés de palavras que existem na própria língua aumentou ao longo dos últimos anos e parece que alguns governos estão a decidir tomar medidas para manter a pureza da sua língua.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários