Skip to main content

Dragon Quest 12 terá de honrar as duas lendas que faleceram

Criador da série assim espera.

Image credit: Square Enix

A série Dragon Quest está a comemorar o seu 38º aniversário, mas além de uma simples mensagem sobre o remake de Dragon Quest 3 HD-2D, a Square Enix não efetuou especiais revelações para assinalar a data, o que poderá causar preocupação entre os fãs que aguardam por novidades de Dragon Quest 12: The Flames of Fate.

Anunciado em maio de 2021, Dragon Quest 12: The Flames of Fate ainda é um grande mistério, um jogo aguardado com entusiasmo devido à popularidade da série, mas também pela especial responsabilidade que terá por se tratar do último projeto da série no qual o compositor Koichi Sugiyama e o ilustrador Akira Toriyama estiveram de alguma forma envolvidos.

Foi precisamente isso que Yuji Horii, criador de Dragon Quest e o único membro restante do lendário trio criativo da série, disse numa recente mensagem partilhada na rede social X:

“Obrigado a todos pelas vossas mensagens de parabéns. O estado de Dragon Quest 12 tem-vos causado imensa preocupação, mas na verdade, acabei de ter uma reunião sobre ele. Ainda não posso revelar detalhes, mas queremos criar um jogo que seja digno das contribuições finais das duas pessoas que faleceram. Estou a fazer o meu melhor!”

Desta forma, Horii tenta tranquilizar os fãs de Dragon Quest que esperam pelo novo jogo, principalmente porque a ausência de notícias sobre Dragon Quest 12: The Flames of Fate até levou alguns a temer que estivesse no grupo de jogos cancelados pela Square Enix.

Lê também