Skip to main content

Análise técnica da Digital Foundry a Luigi's Mansion 2 HD

Com uma das melhores qualidades de imagem que já vimos na Switch.

Luigi's Mansion 2 HD key art.
Crédito da imagem: Nintendo

Lançado com a GameCube em 2001, Luigi's Mansion foi avaliado com cautela pelos fãs da Nintendo antes do lançamento, mas tornou-se um clássico de boa-fé - que recebeu duas sequelas, na 3DS em 2013 e na Switch em 2019. Com a Switch 2 no horizonte e relativamente poucos jogos na calha, a Nintendo decidiu lançar uma conversão melhorada do segundo jogo, Dark Moon, com visuais HD e outras alterações de qualidade de vida. O pacote é certamente intrigante, mas como é que o jogo se aguenta e o que é que mudou em termos de apresentação?

Sendo um jogo 3DS melhorado, não sabia bem o que esperar de Luigi's Mansion 2 HD. Afinal de contas, os jogos para a 3DS ocupam um espaço curioso: adequadamente modernos em alguns aspectos, mas com restrições significativas em termos de textura e geometria, concebidos à volta de um processador relativamente fraco e de um ecrã pequeno e de baixa resolução. No entanto, Dark Moon é um exemplo interessante, pois é um dos jogos visualmente mais impressionantes da 3DS - algo especial que aproveita na perfeição as capacidades do sistema.

Luigi's Mansion 2 tem também um design fundamentalmente diferente do original, com uma jogabilidade baseada em missões que faz sentido para curtos períodos de jogo na consola portátil. No entanto, o núcleo da ação continua a ser decididamente Luigi's Mansion: resolvemos puzzles, lutamos contra fantasmas e causamos estragos pelo caminho.

Aqui está o John com o resumo completo do remake de Lugi's Mansion 2 HD para a Switch. Ver no Youtube

Como se tratava de um jogo para a 3DS, os criadores do remake, a Tantalus, tiveram de atualizar os visuais para se adaptarem à Switch sem alterar completamente o aspeto do jogo. Do ponto de vista técnico, o resultado não se compara a Luigi's Mansion 3, mas não deixa de ser uma bela atualização dos visuais originais. As personagens e os ambientes utilizam mais detalhes geométricos, as texturas e as sombras têm maior resolução e a iluminação foi significativamente melhorada - até as nuvens são mais fofas. No geral, a geometria dos cenários corresponde à do jogo original, mas os melhoramentos - especialmente a iluminação - são significativos e elevam o aspeto visual do jogo.

É o tipo de coisa em que, quando pomos os olhos na versão Switch pela primeira vez, a nossa memória diz-nos que o jogo sempre foi assim. Só quando voltares à versão original da 3DS é que poderás realmente ver o esforço que foi feito para melhorar a apresentação.

Ainda não tive oportunidade de jogar todo o jogo, mas a primeira mansão diz-nos tudo o que precisamos de saber sobre a atualização do jogo da 3DS. Em última análise, descreveria isto como uma melhoria muito inteligente e limpa, que mantém na perfeição o aspeto original de Luigi's Mansion Dark Moon, mas introduz melhorias suficientes para que acabe por parecer um lançamento definitivo. Os criadores fizeram um excelente trabalho com esta versão do jogo.

A qualidade de imagem é talvez o ponto mais forte do remake. Luigi's Mansion 2 HD tem como objetivo os 1080p nativos no modo de ancoragem e os 720p no modo portátil, com cada modo a oferecer também um excelente anti-aliasing. Como resultado, a qualidade da imagem está entre as melhores que já vi na Switch. É um jogo super nítido e limpo de cima a baixo. Este é um exemplo perfeito de como se pode aproveitar uma boa qualidade de imagem com um design artístico apurado para criar algo atrativo mesmo em hardware de gama baixa. O mesmo se aplica aos elementos da interface do utilizador do jogo, que foram totalmente reformulados com 1080p em mente, resultando em fontes e menus nítidos e limpos.

Claro que também há que ter em conta a taxa de fotogramas e esta é talvez mais interessante do que seria de esperar. Na sua forma original, Luigi's Mansion Dark Moon na 3DS funciona com uma taxa de fotogramas ilimitada - mas mesmo com overclocking, esta taxa de fotogramas é bastante instável e ronda normalmente os 30 fps. A Switch não oferece um modo de 60 fps, apesar do seu hardware mais potente, mas sim um modo bloqueado de 30 fps - uma decisão que faz sentido dada a natureza da jogabilidade. Na minha experiência, o jogo mantém este objetivo de 30 fps sem falhas, sem soluços ou problemas.

Quando se vai direto ao assunto, diria que esta iteração de Luigi's Mansion 2 é melhor em basicamente todos os aspectos. A única coisa que perdes, obviamente, é o suporte para 3D estereoscópico - que funcionou bem na 3DS mas não é suportado na Switch.

luigi's mansion 2 hd on switch vs luigi's mansion dark moon on 3DS comparison screenshot, showing better lighting and shadows
luigi's mansion 2 hd on switch vs luigi's mansion dark moon on 3DS comparison screenshot, showing better character mdoels
luigi's mansion 2 hd on switch vs luigi's mansion dark moon on 3DS comparison screenshot, showing upgraded nerd models
luigi's mansion 2 hd on switch vs luigi's mansion dark moon on 3DS comparison screenshot, showing improved clouds
O jogo tem um aspeto nitidamente melhorado na Switch em comparação com o original 3DS - e corre a 30 fps. | Image credit: Digital Foundry

O outro aspeto da apresentação é o áudio - como se trata de uma conversão de um jogo portátil, não tinha grandes esperanças de que a equipa de desenvolvimento reelaborasse o áudio para suportar som surround, e não o fez - esta é uma experiência estéreo. De facto, diria que o áudio em geral não é um ponto alto deste jogo. É funcional, mas sinto que não tem a mesma atração que o Luigi's Mansion original da GameCube, que tem uma banda sonora única.

Então, e o jogo em si? À primeira vista, diria que é o meu menos preferido dos três jogos Luigi Mansion, mas, dada a qualidade da trilogia, isso não é uma crítica - os três jogos são sólidos. Por isso, mesmo sendo o meu menos favorito, continuo a achar que a experiência é bastante agradável e que vale a pena jogar. O design das mansões, as missões e a mecânica principal são muito divertidas e esta nova camada de tinta aguenta-se bem à luz do dia.

Lê também