Eurogamer.pt

Siren: Blood Curse - Capitulo 1 (Eps. 1-3)

Eles andam aí!

As sirenes tocam, os ouvidos estalam e a acção começa. Assim se inicia o primeiro capítulo de Siren, o primeiro Survival Horror a dar entrada no catálogo de jogos da Playstation 3.

Tudo começa em Hanuda, uma vila Japonesa que, devido à misteriosa lenda da “Vila Desaparecida”, acaba por captar a atenção de uma equipa de jornalistas americanos que está a fim de descobrir o que de tão misterioso se passa por aquelas bandas. O ditado já bem nos dizia que onde há fumo há fogo e, rapidamente, os nossos jornalistas passam a dar valor a esta velha máxima. Os rumores que apontavam para a existência de sacrifícios humanos na dita vila, revelam-se verdadeiros e o alarmismo rapidamente se evidência nos rostos de todos.

Não é, de certo, uma estória fácil de entender devido à existência de vários planos de acção. Cada plano de acção requer especial atenção e, tal como nas séries de televisão, o jogador terá que analisar as diferentes situações para entender correctamente o que se está a passar. A grande diferença entre Siren e uma galardoada série de TV, é que em Siren o espectador não é passivo. Aqui, desenrola-se uma acção onde somos activos, estamos evidenciados na estória do jogo, desempenhando vários papeis e comandando várias personagens.

mau

Só o olhar mete medo. Não se metam com ele!

Pensemos, por exemplo, nas novelas, onde a mudança de cenas é uma constante – quando uma cena é alterada, o cenário e os intervenientes da acção desaparecem, dando lugar a novas personagens. Isto faz com que observemos diversos planos de acção, possibilitando o conhecimento de cada uma das personagens. Em Siren acontece exactamente o mesmo, nas diversas cenas que irão aparecer, o jogador terá a possibilidade de controlar várias personagens distintas, tendo assim a oportunidade de conhecer as suas personalidades, evidenciando traços psicológicos das mesmas.

Neste primeiro capítulo é possível controlar um total de 3 personagens. A primeira personagem que o jogador irá controlar é Howard Wright, um estudante universitário que se encontra a visitar a dita aldeia e, ao deparar-se com uma sessão de sacrifícios não se contém e tentar impedir que degolem uma rapariga a sangue frio. Esta introdução serve de mote para tudo o que virá a acontecer ao longo do primeiro episódio e, consequentemente, no desenrolar do jogo.

tau

Mem no pescoço...

O primeiro episódio é muito pequeno e não durará mais do que 15 minutos. Na verdade, é apenas uma espécie de introdução ao enredo do jogo, servindo apenas para o jogador perceber a maneira como as personagens foram colocadas nesta situação. É também neste episódio que é apresentado um poder misterioso que as nossas personagens possuem, o Slight-jacking. Com este poder é possível entrar na mente dos inimigos e visualizar aquilo que eles estão a ver no preciso momento.

Comentários (12)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!