MotorStorm

Uma grandiosa e enlameada estreia

Versão testada: PlayStation 3

Motorstorm sempre teve muito para provar. É verdade que o jogo melhorou bastante nestes últimos meses, mas não chega ao aspecto do trailer mostrado na e3 de 2005. A jogabilidade aí presente parecia sublime, com os carros a entortarem a carroçaria como se de manteiga se tratasse e aparentemente os nossos pensamentos teriam que duplicar a sua velocidade para conseguirem acompanhar a acção.

Na verdade nada disto apareceu na versão final do jogo. Os veículos são lentos e os acidentes não têm nada a ver com o mostrado.

Mas será que isso importa? Nós dizemos que não. Continuamos a ter um jogo bastante sólido, como seria de esperar.

A “história” do jogo passa-se em Monument Valley, num enorme festival de música. Mas não se enganem, pois tirando os bilhetes que terão de ganhar para passar de etapa em etapa, nada tem a ver com um verdadeiro festival.

Ao participar numa corrida terão de acaba-la dentro dos três primeiros lugares, para que assim possam ganhar mais um bilhete e passar à etapa seguinte. Escusado será dizer que ao avançarmos no jogo as corridas são mais difíceis. Tão difícil que terão vontade de mandar o Sixaxis pela janela fora.

Apesar de só existirem sete pistas, elas vão dar trabalho que sobra. Não pensem que este é um jogo de corridas vulgar. Terão de conhecer bem a pista, pois além dos vários obstáculos que terão de encontrar pelo caminho, cada veículo tem as suas próprias características. Se meterem um carro na lama não resulta muito bem, mas se já for um camião não há nada que o pare.

Ao todo existem sete tipos de veículos. Desde motas e ATV´s, passando pelos carros de rally e buggies, sem nunca esquecer a maquinaria pesada, ou seja, os camiões, os camiões de corrida e os mud pluggers. Está cá tudo, e cada um com uma jogabilidade distinta. Apesar de não podermos alterar o aspecto dos veículos, tanto em aspecto como em peças, podemos escolher três pinturas diferentes em cada máquina.

Sentimos bastante falta de um modo de treino cronometrado para testar todos os veículos, pois a única forma presente de o fazer é mesmo nas corridas.

Uma novidade que foi bem vinda é o facto de o turbo estar sempre presente durante a corrida, embora tenhamos de o administrar com cuidado, pois se o motor aquece muito irão ver os pedaços do vosso bólide a voar em todas as direcções.

Também está disponível o sensor de movimentos do Sixaxis, que vos permite controlar o veículo virando o comando para a direita ou para a esquerda.

O aspecto do jogo enche as medidas a todos, mesmo para aqueles que não têm uma TV de alta definição. Os carros estão bem desenhados assim como a pista com um aspecto super realista, só é pena a vegetação não ser interactiva.

O modo online ainda precisa de alguns polimentos. Ocorreram algumas falhas, como por exemplo, estarmos prontos para começar a corrida e esta não dar, ou estarmos na grelha de partida e a contagem decrescente não começar.

De qualquer forma o divertimento é garantido. Até porque vão lutar pelo melhor título, o de Deus. Por cada corrida que fazem é-vos dada uma taxa de perícia que ao fim de somada serve para subir o vosso título.

9 / 10

Lê o nosso Sistema de Pontuação MotorStorm Tiago Lopes Uma grandiosa e enlameada estreia 2008-05-09T20:39:00+01:00 9 10

Comentários (1)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!