Lara Croft and the Guardian of Light

A Lara no vosso bolso.

Lara Croft and the Guardian Light foi lançado no Verão passado para PC, PS3 e Xbox 360, mas apenas recentemente é que as plataformas da Apple receberam jogo da Crystal Dynamics. A primeira versão recebeu elogios por ser uma aventura com acção, puzzles e exploração, recebendo até um 9/10 na nossa análise. A questão por responder é, será que esta versão adaptada para o iOS consegue estar ao mesmo nível?

A nível de conteúdos não difere em nada. Existe um modo single-player, um modo multiplayer cooperativo para dois jogadores (local ou online), uma leaderboard e achievements. Tudo isto por 5.49 euros.

O modo single-player começa com a voz de Lara a narrar a história. Algo que nos apercebemos imediatamente é que as cinemáticas foram substituídas por umas imagens ao estilo de um livro de banda desenhada. Já seria de esperar que esta versão tivesse alguns cortes, tendo em conta que a versão para as consolas tem 2 GB e esta apenas 305 MB. A história é básica e não recebe muita importância ou tempo, por vezes as secções dedicadas a ela não duram mais que cinco segundos. Sendo esta uma versão de Lara Croft and the Guardian of Light para um dispositivo portátil, é algo completamente aceitável. O jogador pode não ter tempo suficiente para se envolver num grande enredo, e desta forma a história mantém-se simples e directa.

1

Continua a existir a ajuda.

O sistema de jogabilidade é conhecido e consideravelmente utilizado no iPhone/iPod. Dois analógicos são criados virtualmente no ecrã no dispositivo. Um deles controla a Lara e o outro a direcção em que dispara. Alem destes, existem ainda botões para saltar, para colocar minas no chão e para esquivar. Normalmente o esquema de controlos funcionam bem, mas tornam-se complicados e não respondem tão bem em zonas com mais acção e onde é necessário executar saltos com mais precisão. Lembro-me que numa secção de plataformas num dos níveis finais perdi várias vezes porque não conseguia fazer saltar a Lara para o local desejado.

Para não aborrecer o jogador, o jogo vai alternando entre aquilo que tem para oferecer. Ora surgem uns inimigos para derrotar, ora surgem uns puzzles para resolver. Os puzzles são simples, nada que vos faça pensar muito, porém conseguem ser agradáveis de se resolver. Há níveis que são no fundo um grande puzzle para resolver, só que dividido em várias partes. Existem ainda puzzles que não são obrigatórios e estão assinalados com um grande entrada com duas caveiras com olhos vermelhos. Apesar de não serem obrigatórios, é aconselhável que sejam resolvidos pois premeiam o jogador com artefactos raros e itens que aumentam a saúde e munição.

Aqueles que procuram um maior desafio ou querem aproveitar ao máximo Lara Croft and the Guardian of Light, cada nível oferece objectivos adicionais. A maioria deles consiste em atingir uma determinada pontuação ou recolher certas relíquias como as caveiras vermelhas (existem 10 para cada nível). Ao contrário dos puzzles opcionais, isto não vos garante nenhuma melhoria, apenas uma melhor pontuação na leaderboard.

A nível visual, seria de esperar um downgrade, e tal aconteceu. A versão para o iOS não é tão bonita, tão viva a nível de cores e tão detalhada como a versão para as consolas. Não é certamente um dos melhores jogos para o iOS neste campo, ainda assim, são estão entre o razoável e o bom.

2

Inimigos de encher o ecrã.

O que realmente afecta a experiência de Lara Croft and the Guardian of Light nesta plataforma são problemas de desempenho. O jogo sofre breaks e quedas na framerate principalmente nas áreas de checkpoint e quando entramos em confronto mais que três inimigos. E quando ao mesmo tempo temos controlos que não respondem como desejado, o jogo começa a tornar-se frustrante. Este problema dá-se mais vezes depois da segunda metade do jogo, quando a dificuldade começa também a aumentar.

O multiplayer pode estar presente no menu do jogo, mas aparentemente não funciona, pelo menos o online. Após várias tentativas e vários minutos de espera para tentar encontrar um jogador desisti. A função multiplayer online para a versão das consolas chegou mais tarde através de uma actualização, talvez o mesmo aconteça com a versão iOS.

Esta versão de Lara Croft and the Guardian Light não é, claramente, tão brilhante e tão boa de se jogar como a que foi vista anteriormente. Sofre de problemas a nível de jogabilidade e desempenho, duas coisas que afectam a experiência geral. Não é uma má aventura para se ter no bolso, mas também não é algo muito bom.

6 / 10

Lê o nosso Sistema de Pontuação Lara Croft and the Guardian of Light Jorge Loureiro A Lara no vosso bolso. 2011-01-28T10:50:00+00:00 6 10

Comentários (10)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!