Eurogamer.pt

SFANS: Análise à dock portátil para a Switch

Pequena, barata e melhor?

Chegou a primeira dock third-party para a Switch - e é um periférico a ter em conta.

A Switch é uma consola composta por duas partes: um tablet e uma dock, uma combinação única, desenhada para proporcionar aos jogadores uma experiência híbrida. A consola em si foi bem desenhada e a sua construção é sólida, mas a dock? A dock deixa algo a desejar. Apesar de fazer o seu trabalho, é construída com materiais medíocres e é grande demais. Para além disso, a dock também tem sido objeto de controvérsia, pois têm havido histórias de jogadores que arranharam o ecrã da sua Switch ao colocar na dock, havendo também casos de quem diz que a sua consola ficou deformada devido a uma distribuição de calor deficiente. A pergunta que resta é a seguinte: será que as outras empresas podem produzir uma dock melhor?

Estamos prestes a descobrir, pois parece que finalmente conseguiram reproduzir este aparelho, abrindo as portas para um novo mercado. Nyko, uma empresa famosa que produz periféricos, tem uma mini-dock a caminho, mas a primeira a ser lançada foi a SFANS: muito mais pequena, portátil, e o seu design é mais parecido com o da consola em si, para além de ser mais barato.

A dock SFANS está disponível para pre-order no Indiegogo, pelo preço de 60 dólares, e nós decidimos testá-la - especialmente porque é a primeira dock, totalmente funcional, com a qual nos deparamos. Este periférico replica as funções da dock da Nintendo, mas reduz drasticamente o tamano e elimina as probabilidades de arranhares o ecrã, ou de deformares a consola. Como é óbvio, a SFANS usa os mesmos cabos que a dock oficial, com o adaptador AC a dar potência extra à Switch. Em termos de funcionalidades e performance, é exatamente igual à dock original, mas é muito mais pequena, e portátil.

As suas dimensões pequenas são claramente a sua maior vantagem. Podes facilmente colocar esta dock num bolso, pois é pequena e leve, e com duas riscas cinzentas e uma preta, trata-se de um periférico com um design apelativo, o qual segue as linhas de estética da consola. Para além de um cabo USB-C fixo num dos lados, a SFANS não trás muito mais, pois o resto do periférico é composto por entradas para cabos. A nível das entradas, esta dock sofreu algumas mudanças em relação à original: as duas portas USB 2.0 da dock original foram substituídas por duas portas USB 3.1, enquanto que as entradas USB 3.1 foram substituídas por duas entradas USB Type-C. Estas mudanças foram uma adição interessante, e talvez tenham sido implementadas devido ao chipset usado pela SFANS.

Tom Morgan faz uma análise à SFANS. É pequena, bem construída, e funciona.

Ao seu nível mais básico, esta dock nova cumpre as expectativas. Caso queiras levar a tua Switch para a casa de um amigo, ou jogar numa televisão de um hotel enquanto estás a viajar, este periférico é ideal - a única desvantagem é a série de cabos que têm de ser ligados à dock. Ou seja, caso não queiras desligar e arrumar a tua dock original sempre que quiseres levar todo o potencial da consola para algum lado, a SFANS é uma excelente opção, pois podes facilmente colocá-la num bolso ou mochila. Para além disso, por 60 dólares, também é uma boa alternativa, considerando o elevado preço da dock da Nintendo.

Mas existe uma desvantagem no conceito da SFANS. Apesar de possuir várias vantagens, a SFANS acaba por ser um adaptador, e não uma dock, e isto é algo muito importante a ter em conta. Resumidamente, a SFANS não possui nenhum lugar para pousar/introduzir a consola em si, e terás de pousar o tablet em algum lugar perto da SFANS - e fazer isto não é muito saudável para a consola, pois ela possui duas ventoinhas na parte de trás, ou seja, estarás a bloquear a distribuição de ar. Para resolver isto, é necessária uma stand, a qual está incluída no bundle mais caro da SFANS. Apesar desta stand funcionar, trata-se apenas de um objeto muito básico. Com três ângulos para pousares a Switch, a stand poderia ter sido melhor construída. Ela cumpre a sua função, não haja dúvida disso, mas isto retira o fator portabilidade da SFANS, pois ao levares a Switch, a SFANS, e a stand, começa a tornar-se em algo aborrecido. É possível fechar a stand e reduzir o seu tamanho, continuando a ser mais fina do que a dock original, mas a portabilidade é menor, e o preço deste bundle começa a aproximar-se do preço praticado pela Nintendo.

Mas aquilo que realmente interessa é que a SFANS funciona, e trata-se apenas de um periférico que pertence à primeira vaga third-party para esta consola. Tudo isto leva-nos a uma questão, como é que isto aconteceu e porque é que estamos a ver vários produtos? A SFANs usa o chipset "CF001, com adaptadores ainda mais baratos a circularem na China. Aparentemente, este chipset é um clone daquele que é usado na Samsung DEX Station, uma dock produzida com o objetivo de fazer com que os Galaxy S8 funcionem em modo de PC num ecrã grande

Porém, existe algo de estranho nesta história. Nós conectamos a DEX Station à Switch através de um cabo USB-C e descobrimos que não funciona de todo. Entretanto, o mesmo cabo funcionou perfeitamente com a SFANS. Para além disso, conectar a SFANS a um Galaxy S8 simplesmente produz uma saída de vídeo, ou seja, não proporciona o modo de PC, ao contrário da DEX Station. As boas notícias é que a SFANS é muito mais do que uma dock para a Switch, pois deverá funcionar perfeitamente com qual aparelho capaz de transmitir vídeo através de um cabo USB-C. Mas os donos de um Galaxy S8 que estejam à procura de também tirar vantagem do seu telemóvel na SFANS irão ficar desapontados, pois não conseguirão alcançar todas as funcionalidades.

Zelda Breath of the Wild: Como obter a Master Sword Zelda Breath of the Wild: Como obter a Master Sword

Não obstante, o preço da SFANS tem sido alvo de controvérsia, tendo em conta os preços praticados noutros produtos chineses. A nossa opinião? Reprogramar processadores e chipsets para outros mercados, com outros tipos de preços, não é nada de novo. Podes comprar a SFANS, sabendo que funciona perfeitamente, ou podes tentar a tua sorte noutro dispositivo, a escolha é tua. No entanto, com o decorrer do tempo, irá haver mais oferta, e isto é sempre bom para os consumidores. A nossa única preocupação é que a Nintendo considere lançar um update que bloqueie estes dispositivos - é improvável, mas não nos parece algo impossível.

Relativamente à SFANS, este periférico faz tudo aquilo que podes esperar de uma dock alternativa, ou seja, tem exatamente as mesmas funcionalidades que uma dock original, mas é mais pequena, barata, e portátil. Caso estejas à procura de uma forma para levar todo o potencial da Switch para fora de tua casa, sem ter de desmontar a tua dock original, este adaptador é algo a ter em conta.

Publicidade

Comentários (9)

Criar uma nova conta

OU