Eurogamer.pt

Nintendo quer mais jogos third-party na Switch

Reggie Fils-Aime quer agradar os estúdios e os jogadores.

Um dos maiores pontos fracos da Wii U foi o pouco apoio que recebeu dos estúdios third party importantes. A Nintendo está ciente disso e por isso quer que os jogos de outras companhias estejam presentes na Switch.

Em entrevista com o IGN, Reggie Fils-Aime, presidente da Nintendo of America, comentou que, "Queremos que todos os jogos de grande qualidade tenham uma oportunidade na Nintendo Switch. Cada um deles."

Skyrim um dos jogos mais aguardados pelos fãs da Switch

Sabemos que a Nintendo tem um calendário de lançamentos first-party para a Switch, e mostra disso foi tudo o que vimos durante o Nintendo Spotligh da E3 2017. No entanto a companhia quer preencher alguns espaços com os grandes blockbusters de terceiros.

"Temos sido muito cuidadosos em garantirmos que temos uma forte cadência de lançamentos que vão manter os nossos fãs comprometidos, essa foi uma das coisas que nós fizemos."

Para que as companhias third-party fiquem interessadas na Switch é necessário que a consolas tenha uma base sólida de jogadores, e Fils-Aime sabe muito bem disso, que referiu também que é importante ter ferramentas de desenvolvimento que facilitem o trabalho dos estúdios.

"Em segundo lugar, do posto de vista de ferramentas de desenvolvimento, temos que torná-las mais fáceis, e por isso temos o Unreal 4 na Nintendo Switch. Por isso temos um conjunto de ferramentas de desenvolvimento para as equipas," disse o presidente da Nintendo of America. "Estamos a trabalhar nos motores de jogo especializados para garantirmos que os produtores vejam o caminho".

Neste momento alguns dos jogos third-party que chegarão à Nintendo Switch são Mario + Rabbids Kingdom Battle, Skyrim, Minecraft, Rocket League, FIFA 18, entre outros.

Publicidade

Comentários (13)

Criar uma nova conta

OU