Star Wars Pinball - Wii U - análise

De que lado da força estás?

Versão testada: Wii U

Era comum encontrar nas antigas arcadas ou salões de jogos, uma secção separada das máquinas mais comuns de videojogos, onde havia umas mesas com uma estrutura inclinada no seu topo, dotada de pequenas construções no interior e muitos tubos por onde circulava uma esfera metálica a grande velocidade. Eram máquinas de Pinball que ofereciam essa particularidade de emitir sons de cada vez que a bola chocava contra outras peças metálicas, entregando pontuação por isso. Às vezes era elevada a carga de cintilação e as sonoridades triunfantes multiplicavam-se, sem excluir a frustração todas as vezes que a bola fugia pelo espaço aberto no fundo da mesa. Quanto mais tempo a bola estivesse a circular na mesa, maior era a oportunidade para atingir o topo dos recordes.

Junto dessas máquinas só via outras pessoas a jogar. Aquilo era afinal mais complexo do que julgava inicialmente. Algumas vezes havia quem até desse umas sacudidelas na mesa, já no meio de uma espessa camada de fumo de tabaco, talvez para conseguir desbloquear uma bola presa ou fazê-la chegar facilmente a um objectivo. O que era certo é que aquele desafio ia muito para lá do mero interesse em manter a bola sobre a mesa. Havia que a disparar na direcção de rampas, precedidas de uma inscrição luminosa a piscar, pois quase todas as máquinas tinham uma história a seguir e para avançar nela havia que dirigir a bola para entradas específicas.

Aliás, os temas das máquinas eram variados; desde gajas boas destacadas num painel vertical a temas como magia, selva, que se podiam confundir com capas dos jogos das consolas da época, o que tornava especialmente mítico este desafio das mesas pinball eram as construções no interior da mesa e ver como se moviam certas figuras no meio de tantos tilt's. Às vezes a bola entrava por buracos e cavidades que mais pareciam túneis ou casas. Ouvia-se um multiplicador e era devolvida à base da mesa, onde o utilizador, com perícia e através da pressão exercida sobre dois botões colocados lateralmente, podia activar os flippers que devolviam a bola para o cerne do jogo.

1

A melhor mesa do jogo. Centrada no Episode V: The Empire Strickes Back

Apesar de achar aquilo mais do que fascinante e mítico, poucas vezes terei experimentado aquelas máquinas e só quando passei a usar o PC é que descobri como esta categoria de jogos é única. Porém, em quase todos os jogos que ia experimentando, nunca descobri nenhum que pudesse reproduzir realmente essas sensações de estar diante de uma dessas entretanto em crise. Só recentemente tomei contacto com alguns jogos da Zen Studios, uma produtora totalmente empenhada em recuperar o espírito e o verdadeiro significado, sobretudo pelo realismo, dessas mesas altamente peculiares.

Se ainda estão a seguir este parágrafo é porque este género vos diz alguma coisa. E poderá dizer-vos ainda mais quando experimentarem Star Wars Pinball, a última grande entrega da Zen Studios. Desde Pinball FX para o Live Arcade a Zen Pinball 2, nunca a Zen Studios tivera um lançamento tão consistente como este. Star Wars Pinball é constituído por três mesas que recuperam momentos e filmes da série Star Wars. No entanto e porque este estúdio normalmente aposta nos conteúdos descarregáveis para fortalecer as suas franquias, existem ainda mais seis espaços livres a serem ocupados por futuros DLC's.

Contudo, as três máquinas disponíveis são por si mais que suficientes de modo a recuperarem esse entusiasmo pelas míticas mesas. E se a isso aliarmos o universo de ficção que é Star Wars, está encontrada uma fórmula de sucesso. A Zen Studios percebeu que tinha um imenso potencial em mãos e capitalizou, como mais nenhum outro estúdio conseguiu até hoje (nem mesmo para as suas mesas da Marvel), todas as sonoridades, diálogos e cenas do universo Star Wars. Há quem chame a isto fan service. Pois para mim não me parece que seja isso que está em causa. Ao que assistimos quando acedemos ao jogo, escutando logo a marcha imperial (o tema de Darth Vader), eu chamo um magnífico sentido de produção.

A primeira e de longe a melhor máquina deste jogo (e talvez uma das melhores de sempre) baseia-se no filme de 1980: Empire Strikes Back, Episode V, sendo a segunda Star Wars: The Clone Wars e a terceira, Boba Fett. A cada uma correspondem apresentações e temas específicos, mas também uma construção diferente das máquinas, baseada nos acontecimentos mais relevantes, muitos deles apresentados em pequenas cenas animadas e na entrada de personagens dentro da máquina, com efeitos ao nível dos objectivos. Neste aspecto, não podiam ser mais diversas, mas a que melhor define o sentido das mesas e capta toda a envolvência da série Star Wars é mesmo a primeira máquina, quando temos Darth Vader como figura central, ele que nalgumas cenas, e após cumprimento dos objectivos entra na mesa, destruindo todas as bolas que são remetidas na sua direcção.

2

Star Wars: The Clone Wars recupera toda a arte e estilo visual da série. Anakin Skywalker é a personagem principal.

A marcha imperial é o grande tema musical de abertura da máquina, mas também há vozes reais, como a de James Earl Jones e muitas outras digitalizações que resultam em pleno e projectam o espírito e forma da série como poucos jogos, que usam a licença, conseguiram até hoje. Depois existem dezenas de sonoridades típicas do filme que podemos ouvir todas as vezes que conseguimos executar determinado objectivo, isto é, enviando a bola na direcção certa. Mas o melhor desta primeira máquina são mesmo as seis cenas do filme, que abrangem as lutas de sabre de Luke e as batalhas contra os AT-AT Walkers, com miniaturas que entram na mesa e que nos obrigam a disparar a bola de forma a desenhar um círculo sobre a sua posição, permitindo a captura.

A única dificuldade que tive foi em perceber muitas vezes quais os objectivos a executar. A ordem nem sempre tem de ser a mesma e se estiverem perdidos, basta reter a bola no fundo da mesa e observar quais as letras que piscam. Caso queiram ter uma melhor orientação, podem sempre recorrer ao manual de instruções para cada uma das máquinas, mas também percebo que a produtora queira manter ao máximo o espírito e dimensão das máquinas pinball.

The Clone Wars e Boba Fett não atingem o mesmo grau de escala e ressonância da Empire Strickes Back, mas também oferecem uma linha grande de continuidade em termos de conteúdo. Em Boba Fett, por exemplo, vemos a personagem entrar nas missões oferecidas por Darth Vader e Jabba the Hut, a partir do momento que são preenchidas todas as letras, por exemplo, da secção Empire. As personagens entram no campo de visão e chegam a interagir com a bola nalguns casos, tornando ainda mais complexa e exigente a realização dos objectivos.

Na mesa "Empire Strikes Back" cada missão é apresentada sobre a forma de uma cena do filme. No primeiro objectivo, Luke viaja até ao planeta Hoth onde terá caído um meteorito, sendo capturado por Wampa, tendo que recuperar o seu sabre de luz. Para o conseguir, o jogador terá de enviar três vezes a bola por uma rampa à esquerda, dentro de um tempo limite de modo a recuperar o sabre de luz e depois acertar mais três vezes na figura ao centro, tendo que cortar o braço do adversário. A dificuldade vai sendo maior à medida que subimos de objectivos, com muitos deles a exigirem uma grande perícia no envio da bola para os pontos certos através de movimentos cuidadosos dos flippers. Jogadores mais experimentados não terão dificuldades em chegar a pontuações elevadas, percorrendo os principais objectivos, enquanto aproveitam os multiplicadores para melhorar a pontuação.

3

Em Boba Fett, o icónico caçador de prémios aceita missões de dois lados; o império e the Hutts.

O jogo oferece ainda algumas sequências bónus em 3D, como sucede quando Luke treina para se tornar um Jedi. Embora a sua implementação seja algo forçada, trata-se de um contexto que reforça a ligação com o filme. Em termos de opções, é possível alterar a perspectiva de jogo dentro de um rol de opções muito grande (oito perspectivas), que tanto oferece ângulos próximos da mesa, como a vista da primeira pessoa, ou então uma câmara mais distante de modo a abranger toda a mesa. Existe também uma opção interessante e curiosa que permite calibrar as máquinas, como sucede na realidade, ajustando diversos parâmetros. Trata-se de uma opção que acrescenta mais alguma nostalgia do que propriamente efeitos práticos, pois não existe aqui aquilo que poderia ter influência nisso que é o desgaste das mesas.

As tabelas de liderança provam a sua validade, especialmente na equiparação das pontuações com os nossos amigos. No entanto, encontramos alguns problemas nalguns carregamentos demasiado prolongado que não nos permitem consultar as classificações no instante. Ao nível da pontuação, as regras especiais permitem-nos escolher o lado da força, sendo que o resultado final também depende do posicionamento dos nossos amigos, contribuíndo para uma tabela geral que nos permite perceber de que lado está a força, em termos mundiais.

É possível jogar em modo off-tv, bastando, para tal, mover o indicador para baixo (ecrã da consola) ou para cima (TV) de modo a escolher o ecrã onde prossegue a acção. Embora seja agradável poder jogar no ecrã do comando, o brilho com que as mesas são representadas no televisor faz desta a melhor opção de modo a visualizar com definição todos os pormenores gráficos, especialmente os efeitos de luz e o brilho das mesas. Na opção televisor, o ecrã do GamePad, revela a aproximação do vosso actual score à pontuação máxima que atingiram, mas também existem indicações sobre as pontuações dos adversários e quão perto se encontram de os superar, assim como alguns ângulos de câmara bastante próximos da bola. Porém, nem sempre é boa ideia afastar os olhos do televisor, especialmente quando a bola se encontra a rolar sobre a mesa.

Concluindo, Star Wars Pinball é muito provavelmente o melhor jogo de sempre da Zen Studios. Este jogo para a Wii U possui a melhor máquina de pinball virtual que podem encontrar, sendo ainda bem evidente o esforço da produtora em criar um desafio seguro, criativo e pleno de contextos e momentos icónicos da série Star Wars, o que lhe empresta outra qualidade. Mais mesas deverão ser disponibilizadas em breve, mas as três aqui representadas oferecem o que de melhor podíamos imaginar: altamente reproduzidas, destacam-se pelo realismo e pela experiência absolutamente imersiva que proporcionam São 9,99 euros nesta versão Wii U que garantem acesso à melhor experiência pinball.

8 / 10

Lê o nosso Sistema de Pontuação Star Wars Pinball - Wii U - análise Vítor Alexandre De que lado da força estás? 2013-07-31T16:52:00+01:00 8 10

Comentários (3)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!