Skylanders: Spyro's Adventure - Análise

Todas as crianças vão querer ter um.

Versão testada: PlayStation 3

A Activision tornou-se nos últimos anos numa produtora/editora famosa pelos seus jogos com periféricos, sendo Guitar Hero o nome mais popular entre este tipo de jogos. Depois há casos menos famosos ou como menos sucesso como o Tony Hawk: Ride e Tony Hawk: Shred. Ou seja, tem havido altos e baixos, por isso foi com receio que me aproximei de Skylanders: Spyro's Adventure.

O preço tem sido um dos obstáculos a ultrapassar nos jogos com periféricos, que normalmente custam bem mais que jogo normal. Mas em Skylanders, o preço é exatamente igual a um jogo normal (69.99 euros aqui em Portugal). Esta é certamente uma excelente jogada por parte da Activision, colocando o jogo a baixo custo apelando à aquisição do produto como um início de uma base de clientes.

O conceito de Skylanders é simples: ligamos o portal que vem na caixa à consola, pomos uma das criaturas também incluída na caixa em cima do portal e voilá, esta aparece no ecrã e jogamos com ela.

Claro que o jogo tem mais que se lhe diga. Para aceder a determinadas partes do jogo, é necessário um Skylander (o nome destas criaturas) de um elemento específico. Ao todo são oito elementos: Água, fogo, ar, terra, vida, magia, tech e undead (morto vivo?).

Skylanders: Spyro's Adventure - Lançamento

Porém, na caixa apenas estão incluídos skylanders de três elementos: Magia, água e tech. Ou seja, se quiserem completar o jogo a 100 porcento, terão que ter um skylander de pelo menos cada elemento. É um pouco como Pokémon, temos que apanhá-los a todos (não é bem a todos, mas é parecido).

Isto implica ter que gastar mais dinheiro para além daquele já gasto no jogo. (aqui está a jogada) Por um pack de três skylanders terão que pagar 19.99 euros. Ou então podem comprar um individualmente por 7.99 euros. É um valor um pouco elevado, mas é puramente opcional. É possível concluir o jogo apenas com os skylanders incluídos na caixa, embora não a 100 porcento. No fundo os skylanders são aqui os DLCs que irão desbloquear conteúdo já incluído, mas bloqueado, no pacote inicial.

Assim esta ligação do jogo com o mundo real, juntamente com a possibilidade de colecionar todos os skylanders, é uma chamariz para crianças e uma forma de faturar para além da compra do jogo. Há que admitir que é uma jogada de génio, isto numa vertente comercial.

Mas falemos do jogo em si. Skylanders transporta-nos para um mundo mágico e belo que é protegido por criaturas espetaculares, as quais apenas poderão ser invocadas e controladas pelos Portal Masters. Eon, um velhote de barbas brancas, é o Portal Master mais poderoso e conhecido, mas quando as forças da escuridão decidem atacar este mundo, lideradas por Kaos, um Portal Master maligno, o corpo de Eon é destruído no processo, sobrevivendo apenas o seu espírito.

Comentários (7)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!