Blood Drive

Destruição aborrecida.

Dizem que a imitação é um dos melhores elogios porque apenas aquilo que tem qualidade é imitado. Isto aplica-se aos videojogos. Só aqueles aclamados pelos fãs e com mais sucesso é que recebem o "direito" a serem imitados. O problemas das imitações está explicito no seu nome, são imitações, e regra geral qualquer um prefere sempre o original.

A linha que separa imitação e inspiração é fina, mas são coisas claramente distintas como o preto e branco. Através da inspiração é possível chegar a algo original, com a imitação não. Com a imitação chega-se apenas a um produto de qualidade menor que o imitado.

Blood Drive encaixa-se na primeira categoria. Blood Drive tenta ser como Twisted Metal e Carmageddon, os pioneiros de um sub-género nos jogos de carros. Estes dois jogos lançados na segunda metade da década de 90 ficaram conhecidos por misturar carros e corridas com violência, para a época foi algo revolucionário que atraiu muitos jogadores que ainda hoje são fãs.

Porém, o o maior problema de Blood Drive não reside no facto de ter uma grande semelhança com aqueles dois títulos. Nota-se que foi um jogo feito às três pancadas para ser lançado o mais rápido possível. Não há maneira de saber o tempo de produção, contudo, sabemos que foi anunciado em Setembro e lançado para o mercado há poucos dias. O curto espaço de tempo entre o anúncio e o lançamento é um indicador da produção rápida deste título.

Trailer de lançamento.

Como diz o ditado, "de pressa e bem há pouco quem", e Blood Drive é a prova disso. A primeira hora de jogo consegue ser divertida mas após isso torna-se um jogo enfadonho, repetitivo e completamente sem interesse. Por outras palavras, falha em captar a atenção do jogador, um dos aspectos mais importantes num videojogo.

O modo principal "Tournament" é apresentado num formato de reality show e com um apresentador que está constantemente a repetir-se. Passado o vídeo inicial que descreve um pouco o show e nos diz que é situado na cidade de Las Rolettas (Las Vegas?), temos que completar uma série torneios divididos em diversos eventos. Nestes eventos somos levados para mapas recheados com zombies para competir violentamente com outros carros para sermos os vencedores.

Os objectivos para cada evento não tem variedade. Para sairmos vencedores num evento significa que chacinamos mais zombies que os adversários, ou que destruimos mais carros, ou que ganhamos uma corrida de checkpoints, ou que aguentamos mais tempo com uma caveira no nosso carro (um tipo de jogo variante do King of the Hill). Isto significa que em torneios com 16 eventos, iremos repetir o mesmo objectivo várias vezes, só que em mapas diferentes. Depois de entrarem no torneio são obrigados a terminá-lo se quiserem gravar o vosso progresso. O último torneio é constituído por 30 eventos, logo terão de completá-los de uma só vez.

Comentários (8)

Os comentários estão agora fechados. Obrigado pela tua contribuição!