Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Xiaomi 12 Pro review - À conquista do mercado premium

Mas há um preço a pagar.

A Xiaomi é neste momento a terceira maior marca de smartphones, com uma fatia de mercado a rondar os 12%, ficando assim atrás da Apple e da Samsung que lutam continuamente pela primeira posição (mediante o trimestre, vão trocando entre o primeiro e o segundo lugar, de acordo com os dados da Counterpoint). O plano inicial da Xiaomi para singrar no mercado dos smartphones foi oferecer excelentes especificações a preços convidativos, conquistando a fidelidade dos utilizadores e atraindo cada vez mais consumidores que procuram smartphones de qualidade que não arruínem a carteira. Mas pouco-a-pouco, a Xiaomi está a tentar entrar no mercado premium. Os modelos Xioami 12, particularmente o modelo Pro, representam uma grande investida nessa direcção.

Como joia da coroa do seu catálogo, a Xiaomi não se coibiu e equipou este modelo com os melhores componentes que se pode encontrar para um smartphone na actualidade. Está tudo aqui, incluindo o Snapdragon 8 Gen 1 (o chip 5G mais avançado desta fabricante), um ecrã AMOLED (1440 x 3200) de 120 hz, Gorilla Glass Victus à frente e alumínio atrás, um impressionante sistema de três lentes traseiras combinadas com IA, e gravação de vídeo a 8K. De realçar que toda esta tecnologia está numa carcaça com 8.2 mm de espessura, menos de que concorrentes directos como o Galaxy S22 Ultra e Google Pixel 6 Pro (o iPhone 13 Pro Max é mais fino, com apenas 7.65 mm). A única coisa em falta, comparativamente a outros modelos da realeza dos smartphones, é um grau de protecção IP. O Xiaomi 12 Pro não tem qualquer tipo de certificação deste tipo, é completamente vulnerável à água e poeiras.

Desde o primeiro toque que o Xiaomi 12 Pro transpira a qualidade. A sedução começa pelas suas linhas curvas em torno do ecrã, bezels reduzidos, e a agradável sensação de tocar nos materiais. À primeira vista, parece até mais pequeno do que as suas dimensões reais. Este smartphone tem 6.7 polegadas, o que está dentro das tendências do mercado. No entanto, enquanto ser humano de mãos pequenas, não consigo deixar de mostrar o meu desagrado. Manegar um smartphone destas dimensões com uma mão é uma tarefa draconiana e estará sempre com a sua forma saliente quando o colocares no bolso das calças. Claro que há vantagens, ter um ecrã destas dimensões é óptimo para entretenimento e para tarefas de produtividade, mas creio que o equilíbrio ideal estaria 0.5 polegadas abaixo.

Xiaomi 12 Pro - Especificações

  • Ecrã: AMOLED 6,73" (3200 x 1440), 120 Hz, HDR10+, Dolby Vision, Gorilla Glass Victus
  • Dimensões: Altura: 163,6 mm | Largura: 74,6 mm | Espessura: 8,16 mm | Peso: 205g
  • Câmara traseira: Conjunto de câmaras triplas de 50MP de nível profissional | Câmara grande angular de 50MP
  • Câmara frontal: 32MP integrada no ecrã
  • Processador: Snapdragon® 8 Gen 1
  • Memória: 8 GB + 256 GB, 12 GB + 256 GB | LPDDR5 RAM + armazenamento UFS 3.1
  • Bateria: 4600mAh; USB-C; Carregador de 120W na caixa
  • Segurança e autenticação: Sensor de impressão digital no ecrã | Desbloqueio facial com IA
  • Rede e conectividade: suporte para 5G; dual sim
  • Som: Altifalantes quádruplos | Dolby Atmos®| Som de Harman Kardon

Quais são os pontos fortes do Xiaomi 12 Pro?

São bastantes. A Xiaomi está cada vez mais forte nos smartphones e isso nota-se no Xiaomi 12 Pro. O sistema triplo de lentes na câmara traseira é capaz de fotografias impressionantes - e vamos ser honestos, existe uma enorme quantidade de consumidores a adquirir smartphones para tirar fotografias e gravar vídeos. Não é de estranhar, por isso, que a Xiaomi tenha investido muito neste departamento. Cada lente tem 50 MP, sendo que existe uma lente principal, uma lente de telephoto com 2x zoom óptico, e uma outra lente para ultra-wide. A assistir o hardware está um sistema de IA que intervém nas fotografias para optimizar os resultados.

Dependendo do cenário, a IA pode ser tanto uma ajuda como um incómodo. Pessoalmente, acabei por desligá-la completamente por notar efeitos demasiado artificiais nas fotografias, mas produz resultados impressionantes: numa das selfies que tirei, fiquei com pele perfeita. É a ferramenta ideal para quem quer estar sempre apresentável para as fotografias nas redes sociais. Em condições de iluminação reduzida, o Xiaomi 12 Pro também surpreendente ao conseguir apresentar resultados satisfatórios em condições difíceis (e nestes casos, já aconselho a ligar a inteligência artificial).

O desempenho é outro ponto forte, graças ao chip da Snapdragon 8 Gen 1. Qualquer tarefa é realizada rapidamente, sem entraves, e até os jogos mais pesados disponíveis para Android correm às mil maravilhas. Se gostas de jogar, a bateria de 4600 mAh aguenta seguramente até ao final do dia. Para utilizadores menos intensivos, pode durar um dia e meio (ou um pouco mais). Se na eventualidade de precisares de recarregar a bateria a meio do dia, há a vantagem do Xiaomi 12 Pro suportar 120 W (e o carregador vem incluído), o que deixa o smartphone com carga completa numa questão de 20 a 25 minutos.

O leitor de impressões digitais escondido debaixo do ecrã funciona extraordinariamente bem. Só houve uma vez que o smartphone não reconheceu a impressão digital logo à primeira. A qualidade do áudio do Xiaomi 12 Pro também é notória, graças um sistema de quatro colunas afinadas pela Harman e com suporte para Dolby Atmos. Há que destacar ainda o ecrã, uma peça que vem directamente da Samsung. As cores são vibrantes e há brilho suficiente para ter boa visibilidade quando a luz solar bate directamente no ecrã.

Quais são os pontos fracos do Xiaomi 12 Pro?

O preço oficial. A qualidade paga-se e, ultimamente, não há milagres, ainda por cima se levarmos em conta que estamos a atravessar uma fase em que tudo está mais caro. Ainda assim, creio que era preferível que a Xiaomi se tivesse contido e não tivesse ultrapassado a barreira dos quatro dígitos. Dito isto, embora o preço oficial do Xiaomi 12 Pro seja 1049,99€ e 1099,99€ (dependendo da versão - 8GB+256GB ou 12GB+256GB), o mercado ajusta-se e já há várias lojas a vender o smartphone abaixo dos quatro dígitos. Se tivermos em conta que os topo de gama da Apple e Samsung andam na casa dos 1300€, o Xiaomi 12 Pro começa a parecer um bom negócio. Não fica atrás em quase nada.

A interface da Xiaomi (MIUI 13) precisava de se tornar algo mais elegante, para combinar com o exterior. Funciona, e o smartphone simplesmente "voa" entre as várias aplicações abertas, mas não está tão refinado quanto deveria estar - e se a Xiaomi quer, de facto, começar a competir no campeonato premium, é uma das coisas que tem de melhorar. Também podemos apontar que não tem suporte para MicroSD, no entanto, é difícil ficar realmente chateado com isto quando ambas as versões do telemóvel oferecem 256 GB de memória.

Xiaomi 12 Pro review - Considerações finais

Se estás à procura de um novo smartphone topo de gama android, o Xiaomi 12 Pro não tem muita concorrência neste momento. A alternativa mais óbvia seria o Samsung Galaxy S22+ ou o Galaxy 22 Ultra (e a grande diferença é que tem a S Pen). Poderíamos colocar o Google Pixel 6 Pro como outra alternativa, mas não está disponível oficialmente em Portugal e actualmente não tem suporte para 5G em vários países da Europa. Fora estes, há o OnesPlus 10 Pro, que tal como a Xiaomi, tenta oferecer o mesmo que os outros por um preço menor. Independentemente de preferências pessoais, é certo que o Xiaomi 12 Pro é um belo smartphone, carregado de potência, com bateria para durar mais do que um dia, e com um sistema fotográfico bastaste capaz.

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Marcado com

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários

More Análises

Artigos mais recentes