Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Xenoblade Chronicles 3 revela grandes melhorias sobre XC2

A Monolith melhorou a qualidade de imagem e desempenho.

Xenoblade Chronicles 3 é o próximo grande lançamento da Nintendo para a Switch e a tecnologia do mais recente título da Monolith Soft foi analisado pelo Digital Foundry, que o descreve como o novo jogo que leva a tecnologia da consola para um novo nível.

Xenoblade Chronicles 2 é um jogo espetacular, mas a componente tecnológica deixou a desejar e este novo título mostra grandes melhorias. De acordo com o Digital Foundry, Xenoblade Chronicles 3 apresenta melhor qualidade de imagem graças a uma solução de super-resolução temporal, que permite enganar bem quando o jogo desce abaixo da 1080p na dock e 720p em modo portátil.

Cenas com rápido movimento traem o efeito e evidenciam a resolução inferior, mas no geral, é uma grande melhoria na nitidez, mesmo que em alguns casos possa descer para os mesmos valores, mínimos de 540p na dock e 360p em portátil. Além disso, a técnica usada para a anti-aliasing ainda apresenta falhas, mas também é muito superior ao anterior.

O Digital Foundry fala também em melhorias nos movimentos das personagens, especialmente nas animações nas cutscenes que continuam impressionantes, enquanto os cenários revelam maior qualidade no geral, apesar de ser facilmente percetível que este ainda é o motor criado para Xenoblade Chronicles X na Wii U.

Sobre o desempenho, a análise à tecnologia de Xenoblade Chronicles 3 revela que o jogo corre com 30fps como o alvo, com ritmo correto na entrega dos fotogramas capaz de conseguir transmitir uma boa sensação de fluidez nos momentos mais exigentes. No entanto, o desempenho varia de acordo com a complexidade dos cenários e o número de inimigos na batalha.

Nas fases mais adiantadas do jogo, dependendo do número de personagens no ecrã e complexidade dos cenários, Xenoblade Chronicles 3 pode passar por dificuldades e a sensação de fluidez estável desaparece.

Se quiseres saber mais sobre este mega épico para a Nintendo Switch, passa pela nossa análise.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários