Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Xbox Game Pass faz pouco dinheiro para a Microsoft actualmente

É uma jogada a longo prazo.

O Xbox Game Pass da Microsoft tornou-se numa das principais faces da Xbox e o serviço por subscrição cresce de popularidade a cada novo mês, ao ponto de se ter tornado num dos principais focos para a promoção da marca.

A oferta de jogos de grande qualidade a grande ritmo deixa os seus subscritores altamente contentes e até estupefactos com o trabalho da Microsoft. É uma proposta de incrível valor para jogadores nas consolas Xbox e PC, que frequentemente levanta dúvidas sobre a sua rentabilidade.

Aaron Greenberg, gestor de marketing na Xbox, foi questionado pelo What's Good Games (obrigado Gamespot) sobre isso mesmo e apesar de afirmar que as finanças da Xbox estão de boa saúde, confessa que actualmente não ganham muito dinheiro com o Xbox Game Pass.

"Rimos sempre quando ouvimos isso. Por favor, não se preocupem connosco. A Microsoft ficará bem. Vamos conseguir, penso que vamos ficar bem," respondeu Greenberg quando questionado sobre a rentabilidade do serviço.

"É um pensamento diferente. Se queres optimizar o lucro e dizes especificamente, podes dizer, 'Como tiramos o máximo de lucro de cada consumidor?' Ou optas por dizer, 'Como podemos adicionar o máximo de valor para os nossos fãs?' 'Como podemos até exagerar no valor?' Se fizeres isso, constróis fãs para a vida," diz Greenberg da estratégia da Xbox para o Game Pass.

Greenberg diz que actualmente, o Xbox Game Pass "não é uma jogada de grande lucro", mas a companhia está a pensar a longo prazo e que se o serviço é dispendioso a curto prazo, acabará por recompensar a longo prazo se o plano da Microsoft der certo.

Segundo diz, quando as pessoas sentem que estão a receber mais do que aquilo que pagam, vão querer continuar subscritores e "vão querer contar aos amigos sobre isso."

Para a Xbox, o efeito de passa a palavra é incrivelmente poderoso e eficaz do que qualquer marketing que possam fazer. Se esse efeito estiver a acontecer contigo ou com os teus amigos, então a Microsoft está a conseguir o que quer.

"Pensamos que a longo prazo isso é o mais acertado para o negócio e teremos benefícios a longo prazo. A curto prazo, sim, o Xbox Game Pass não é uma jogada de grande lucro. Mas acreditamos que a longo prazo resultará bem para todos."

Sobre o poder do Xbox Game Pass, o analista Serkan Toto comentou que perante a capacidade financeira da Microsoft, a companhia pode continuar a investir no serviço com uma postura que pode ser descrita como "levar um canhão para uma luta de facas".

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários