Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Wild Hearts em desenvolvimento há 4 anos

A EA ajudou no desenvolvimento.

Wild Hearts foi anunciado no Tokyo Game Show 2022 como uma colaboração entre a Omega Force da Koei Tecmo e a Electronic Arts, sendo descrito como um jogo de caçadas de nova geração que vai revolucionar o género.

Ao apresentar o primeiro trailer oficial do jogo, a Koei Tecmo e a EA anunciaram que será lançado em fevereiro de 2023, 5 meses após o anúncio, algo que é raro de ver nos dias de hoje.

No entanto, o projeto está em desenvolvimento há quatro anos e em conversa com o IGN, Kotaro Hirata e Takuto Edagawa, diretores de Wild Hearts, explicaram como funciona a relação com a EA e o seu envolvimento no projeto.

"Se contarmos da conceção à fase de planeamento, estamos a trabalhar em Wild Hearts há quatro anos," comentou Hirata que explicou ainda que "quanto menor fosse o tempo entre o anúncio e o lançamento, menor tempo teriam de esperar e mais interessados ficariam em jogar."

Sobre a relação com a EA, Hirata diz que queriam desenvolver um jogo de caçadas para jogadores de todo o mundo e uma vez que a EA é conhecida como uma forte editora mundial, decidiram unir esforços.

Além disso, refere que "contribuíram imenso para Wild Hearts com a sua vasta experiência e estão realmente dedicados a assegurar que o jogo alcança uma audiência mundial."

Wild Hearts terá localização com voz para diversos idiomas e Hirata diz que isso é um dos sinais dos esforços da EA.

Quanto ao jogo em si, diz que tentará apelar às massas pois a Koei Tecmo quer mais pessoas no ocidente a jogar os seus jogos, algo no qual a EA ajudou a companhia japonesa.

"No entanto, em termos do design, não estamos demasiado focados apenas na audiência ocidental, enquanto produtora japonesa, queremos criar algo que pensamos ser divertido. A EA concorda e respeita a nossa criatividade."

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários