Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Wii U relegada a plataforma apenas first-party?

Para Pachter segunda metade de 2013 é crucial.

Numa conferência com investidores pré-E3, Michael Pachter afirmou que a segunda metade de 2013 é crucial para definir o destino da Nintendo Wii U.

"Acreditamos que os lançamentos Wii U apresentados serão um factor chave para determinar o poder a longo prazo da consola."

"Com as mais poderosas PS4 e Xbox One a chegar no final do ano, a Nintendo arrisca perder quota adicional para as consolas concorrentes se a qualidade e volume do conteúdo disponível na Wii U não aumentar acentuadamente a curto prazo."

"Se a popularidade da Wii U não melhorar até ao final do ano, muitas editoras podem deixar de produzir jogos para a consola," disse Pachter.

O analista vai ainda mais longe e faz previsões mais graves, como a possibilidade da Nintendo Wii U se tornar uma plataforma na qual apenas a Nintendo lança jogos.

"A EA recentemente anunciou que não tem jogos Wii U em desenvolvimento, e continua uma possibilidade a editora abandonar por completo a plataforma. Caso outras editoras sigam o exemplo da EA, a Wii U poderá ser relegada para uma plataforma de títulos apenas da Nintendo."

Pachter acredita que a Nintendo poderá tentar aumentar as vendas baixando o preço da Wii U ou então criando bundles com jogos populares.

Marcado com

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários