Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Warner explica o porquê de cancelar Batgirl e Scoob 2

Querem proteger a marca DC.

David Zaslav, CEO da Warner Bros. Discovery, comentou oficialmente o cancelamento do filme Batgirl e o porquê do projeto ter sido arrumado após o final das filmagens e se encontrar em pós-produção.

Numa apresentação aos investidores, Zaslav diz que, de forma resumida e simples, Batgirl e até Scoob 2 foram cancelados pois não se enquadram na estratégia de máximo retorno financeiro.

"O objetivo é fazer crescer a marca DC e os personagens, mas igualmente importante, proteger a marca DC. Não vamos lançar um filme se não acreditarmos nele, especialmente na DC," disse Zaslav que acrescentou ainda que só lançam um filme quando estiver pronto.

Os anteriores gestores da Warner Bros. tentaram navegar pela pandemia com estreias em simultâneo nos cinemas e no HBO Max, o serviço de streaming, juntamente com esforços para lançar filmes diretamente no serviço para angariar mais subscritores.

Esses filmes, como Batgirl e Scoob 2, foram planeados com orçamentos à altura e já não se encaixam na nova filosofia da nova Warner Bros., a de lançar blockbusters nos cinemas, o que está a gerar novamente uma onda de polémica perante as decisões da companhia.

Paul Dini, escritor de Scoob 2, confessou mesmo que nem sequer faz sentido cancelar um projeto que está 95% completo, mas tal como Bagirl, foi exatamente isso que a Warner Bros. Discovery fez.

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários