Skip to main content

Warner condenada sobre pagamento a Youtubers no lançamento de Shadow of Mordor

FTC considera que consumidor não foi respeitado.

Na altura do lançamento de Shadow of Mordor, em 2014, a Warner foi acusada de estar a pagar a Youtubers e influenciadores de opinião para promoverem o jogo, quer em vídeos como nas redes sociais, mas que não mencionassem erros que o jogo tinha.

Agora a FTC, Federal Trade Comission, dos EUA, concluiu o processo de acusação, responsabilizando a Warner de ter omitido dos consumidores que os conteúdos promovidos por Youtubers, tais como PewDiePie, foram pagos e não eram opiniões de especialistas independentes sem qualquer influencia de opinião.

É referido que os Youtubers receberam dezenas ou centenas de milhares de dólares para promoverem o jogo, e que muitos não mencionaram isso à sua audiência, apesar de alguns terem colocado na descrição do video, mas que a FTC não considerou suficiente, pois na verdade apenas mencionaram que foi a Warner que lhes enviou o jogo.

A Warner está assim proibida de fazer qualquer promoção de outros jogos se não mencionar que pagou aos produtores de conteúdos, controlar o conteúdo dos Youtubers e verificar se eles estão a cumprir com o requerimento de divulgação de conteúdo pago.

Jessica Rich, diretora do FTC comentou "Os consumidores tem o direito de saber se os analistas estão a dar a sua própria opinião ou a serem comprados. Companhias como a Warner tem que ser correctos com os consumidores nas suas campanhas de publicidade online".

´

Lê também