Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Ubisoft: Novas consolas ajudam a criatividade

Para a companhia, esta geração prolongou-se demasiado.

A nova geração de consolas está a demorar mais tempo a chegar que o habitual. A PlayStation 3 já está a caminhar para o sexto ano no mercado enquanto que a Xbox 360 vai a caminho do sétimo, e até agora, nem a Sony nem a Microsoft se pronunciaram sobre as suas novas consolas.

Para Yves Guillemot, o CEO da Ubisoft, o lançamento de novas consolas é crucial para a indústria dos videojogos, e a atual geração, já se prolongou mais que do que deveria.

"O que falta é uma consola a cada cinco anos," disse Guillemot ao Gamasutra. "Temos sido penalizados pela falta de novas consolas no mercado. Percebo que os fabricantes não querem lançar novas consolas regularmente por são caras, mas é importante para toda a indústria ter novas consolas porque ajuda a criatividade."

"É menos arriscado para nós criar novas PIs e produtos quando estamos no início de uma nova geração," explicou Guillemot. "Os nossos consumidores estão dispostos a experimentar novas coisas. Os nossos consumidores estão a reabrir as suas mentes - e estão à procura do que é melhor... No final de uma geração de consolas, querem novas coisas, mas não compram muitas coisas novas. Eles sabem que os seus amigos vão jogar Call of Duty ou Assassin's Creed, por isso vão optar por esses jogos. O final de um ciclo é muito difícil.

A Nintendo foi a única companhia até agora que já mostrou publicamente a sua nova consola, a Wii U, e que chegará ao mercado ainda este ano. A Ubisoft apostará na consola, tendo revelado ZombiU, uma nova PI, e Assassin's Creed 3, uma das sequelas mais aguardadas para 2012.

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários