Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Tim Schafer não descarta uma sequela de Brutal Legend

Título continua a ser o jogo mais vendido da Double Fine.

Numa sessão de perguntas e respostas do Kotaku, Tim Schafer contou que Brutal Legend continua a ser o jogo mais vendido da Double Fine, e que por isso mesmo não descarta um dia fazer uma sequela, apesar de ter trabalhado nela há uns anos e de a ter cancelado em 2010.

Ele comentou também que uma das coisas mais frustrantes para a equipa foi quando descobriram que muita gente pensava que Brutal Legend se tratava de um jogo de estratégia em tempo real, algo que tentaram esclarecer em vários eventos e promoções.

Apesar disso a demo incluía apenas o primeiro nível do jogo e as batalhas de estratégia não chegavam até um ponto mais avançado da aventura, por isso muita gente acabou por ficar com uma ideia errada.

Schafer também explicou que Brutal Legend é um exemplo de um jogo que precisa de uma grande editora por trás, já que incluía 107 canções licenciadas de grandes grupos de metal.

No que diz respeito a um Brutal Legend 2, ele disse que gostaria de continuar a história do original, recuperar algumas partes que tiveram de cortar, oferecer mais modos multijogador e melhorar alguns elementos dos combates. Para além disso, também gostaria de adicionar um modo que nos permitisse superar cada missão como se fosse um jogo de estratégia e não um jogo de acção.

Quando lhe questionaram sobre a possibilidade do lançamento de Brutal Legends 2, ele respondeu, "Nunca digas nunca! (Mas também não diria que será tão cedo!)".

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Contributor

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários