Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

The Elder Scrolls 6 será jogado durante uma década, diz Todd Howard

Grandes ambições para o jogo.

A Bethesda Game Studios está a trabalhar em diversos jogos e um deles é um dos jogos mais aguardados de toda a indústria, The Elder Scrolls 6. Descrito pela Microsoft como um jogo de média escala, The Elder Scrolls 6 ainda está a anos de distância, mas a espera vai valer a pena.

Todd Howard, diretor do jogo, está a trabalhar em Starfield, mas já prepara The Elder Scrolls 6 e diz ter uma vaga ideia de quando será lançado. Em conversa no podcast de Lex Fridman, Howard diz que "gostaria que fosse em breve. Queremos lançar o jogo e quem me dera que não demorasse tanto, mas demora."

Howard diz mesmo que se pudesse voltar atrás no tempo, mudaria as coisas para não demorar tanto tempo, mas assegura que não vão falhar e que The Elder Scrolls 6 será jogado durante uma década.

"Vamos assegurar que não falhamos com ninguém. As pessoas já jogam jogos há imenso tempo. Skyrim tem 11 anos, provavelmente ainda é o nosso jogo mais jogado. Não o vemos a abrandar e as pessoas provavelmente ainda o estarão a jogar daqui a 10 anos."

"Por isso tens de pensar, ok, as pessoas vão jogar The Elder Scrolls 6 durante uma década, duas décadas, isso muda a forma como pensar sobre a criação do jogo desde o início."

Howard diz que estão na fase de criação de arte conceptual, conceitos e ideias gerais para The Elder Scrolls 6, como começa, qual a música que surge no início ou até o que farás pela primeira vez no jogo.

"Estamos a trabalhar no mundo. Depois criarás conceitos e design do mundo e depois quando estivermos a terminar um jogo, podemos começar o protótipo do novo a sério".

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários