Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Testamos a versão PC de Monster Hunter World

Será que é uma boa conversão?

Um dos jogos para PC mais aguardados deste Verão é Monster Hunter World, que já se tornou no jogo mais vendido de sempre da Capcom.

Com a versão para consolas lançada em Janeiro deste ano, os jogadores do PC tiveram que esperar quase sete meses pela conversão de Monster Hunter World. Será que a espera adicional valeu a pena? É isso o que podes descobrir no vídeo.

A versão PC de Monster Hunter World tem um amplo leque de opções gráficas que te permitem ajustar os parâmetros de qualidade visual, no entanto, não há suporte para monitores com resolução Ultra-Wide.

O que acontece nestes monitores é que a imagem não preenche a tela inteira. Em vez disso, são colocadas barras pretas nas laterais que substituem o espaço em falta não preenchido pela imagem do jogo.

Fora isto, a versão para PC de Monster Hunter World pode ser considerada como razoável. Mesmo com as configurações gráficas no máximo, nota-se que não foi um jogo desenvolvido de raiz para a plataforma. Há texturas de baixa qualidade à vista e pop-ups ocasionais, mas a optimização e o desempenho estão estáveis.

Cover image for YouTube videoMONSTER HUNTER WORLD CHEGOU AO PC... MAS SEM ULTRA-WIDE

Sign in and unlock a world of features

Get access to commenting, newsletters, and more!

In this article

Monster Hunter World

PS4, Xbox One, PC

Related topics
PC
Sobre o Autor
Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários