Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Teclado AOC AGK700 - Diferente da concorrência?

A marca de monitores agora também fabrica acessórios.

Apesar da ascensão dos teclados compactos, como os TKL (Ten Key Less), ainda há quem prefira um teclado de tamanho completo, isto é, sem nenhum corte de teclas ou poupança de espaço. Para quem procura este tipo de modelo, a proposta da AOC é o AGK700. O teclado salta à vista pela roda encarnada no centro da parte superior, que serve para controlar rápida e facilmente várias definições como, por exemplo, a luminosidade do ecrã e volume do som. Não é uma ideia nunca antes vista no mundo dos teclados, mas funciona às mil maravilhas.

O único problema desta grande roda vermelha é que está potencialmente no sítio errado. Esteticamente, fica bem no meio, nisso estamos de acordo com a AOC. Mas no que toca a utilidade e acessibilidade, ficaria melhor na direita, para estar mais perto da mão do rato. Não sei qual foi a ideia dos designers, mas uma hipótese é que tenham colocado a roda no centro para neutralidade, pensando nos setups para canhotos. Não sei se é certo, a realidade é que a maioria dos teclados com rodas colocam-na no lado direito.

Para quem passa múltiplas horas por dia numa secretária com as mãos em cima do teclado, a ergonomia é um factor importante. A pensar nisto, o teclado inclui uma almofada magnética em pele para apoiar os pulsos e base da mão enquanto estás a trabalhar ou a jogar. A almofada ocupará mais espaço na tua secretária, mas mais tarde (dependendo da tua idade) os teus pulsos vão agradecer. Os ímanes que agarram a almofada ao teclado são fortes, durante a minha experiência nunca houve um desencaixe acidental.

O AOC AGK700 é um teclado mecânico (sim, daqueles que faz mais barulho do que habitual). O modelo comercializado em Portugal e resto da Europa vem com os switches MX Red. Os switches da MX são considerados amplamente como os melhores do mercado. Este modelo é conhecido pela baixa força de actuação, ou seja, são suaves e requerem menos pressão dos dedos para serem activados. Outra característica dos MX Red é a ausência de clique, assim conseguem ser mais silenciosos. Oficialmente, os switches duram pelo menos 50 milhões de actuações.

Na parte esquerda existem cinco botões macro para personalizares a teu gosto atalhos e comandos dentro dos jogos. A completar esta funcionalidade está a memória interna com suporte para até 5 perfis. Além disso, quase todas as teclas do teclado podem ser reprogramadas (menos as teclas de multimédia na parte superior) para outras funções através do software oficial da AOC. É através do software que também controlas a iluminação RGB, que tem 16.8 milhões de cores possíveis (é a quantidade habitual para teclados e outros dispositivos com RGB).

Tal como a colocação da roda no centro do teclado, a escolha das teclas de multimédia é questionável. A tecla de música abre o Windows Media Player, por exemplo. O problema é que estas teclas são as únicas do teclado que não podem ser personalizadas. A não ser que uses o Windows Media Player para ouvir música (duvido muito), é uma tecla inútil. As outras teclas não são tão infrutuosas: há uma tecla home, de mute, e até uma que troca a função das teclas WASD com as setas direcionais (útil para canhotos). Não se compreende, contudo, a falta de reprogramação.

A qualidade de construção do teclado é surpreendente para uma marca que se iniciou há pouco tempo no mercado dos acessórios (anteriormente, a AOC só fabricava monitores gaming). Apresentar um teclado deste calibre logo à partida revela que a marca não está para brincadeiras. A parte superior do teclado está acabada em alumínio com linhas diagonais, tem um toque agradável e dá mais personalidade ao teclado. O cabo de ligação USB está todo protegido em fibras entrelaçadas - é grosso e resistente, pelo que dificilmente se vai romper com o uso.

Estou à procura de um teclado mecânico, devo comprar o AOC AGK700?

Seja para gaming ou teclar intensivamente, o AOC AGK700 está à altura da tarefa. O único senão é que há muitas alternativas no território dos teclados mecânicos. Faz uma procura e vais reparar que a maioria deles são muito parecidos nas suas características. E na maior parte das vezes, a decisão do consumidor dependerá do preço. O AOC AGK700 custa 169,99 euros - está mais ou menos em linha com os modelos semelhantes da concorrência, há marcas um pouco mais caras (Steelseries e Corsair), outras ligeiramente abaixo (Razer e Logitech).

Para uma marca que se iniciou há pouco tempo no mercado, seria de esperar um preço mais convidativo. O teclado não se destaca dos demais e com as suas pequenas falhas, enquanto consumidor a minha escolha recairia para outras marcas com maior reputação nos acessórios gaming. O preço é, afinal de contas, demasiado semelhante para pesar na balança a seu favor.

Especificações do teclado AOC AGK 700

  • Dimensões: 457 x 239 x 33 mm
  • Peso: 1626 g
  • Polling rate: 1000Hz, 1ms
  • Anti-Ghosting: 100 %
  • NKRO: Teclas completas
  • Switches: MX Red
  • Vida dos Switches: 50 milhões de actuações
  • Iluminação: 16.8 milhões de cores
  • Memória integrada: 5 perfis
  • USB Pass-through: 1x USB 2.0 Type
  • Conectividade: 2x USB 2.0
  • Comprimento do cabo (fibras entrelaçadas): 1.8 m
  • 5 teclas macro dedicadas

Descobre como realizamos as nossas análises, lendo a nossa política de análises.

Marcado com

Sobre o Autor

Jorge Loureiro avatar

Jorge Loureiro

Editor

É o editor do Eurogamer Portugal e supervisiona todos os conteúdos publicados diariamente, mas faz um pouco de tudo, desde notícias, análises a vídeos para o nosso canal do Youtube. Gosta de experimentar todo o tipo de jogos, mas prefere acção, mundos abertos e jogos online com longa longevidade.

Comentários