Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Tatuadora processou com sucesso a 2K Games

Pela recriação dos seus trabalhos em jogos WWE.

A tatuadora Catherine Alexander ganhou o processo legal que apresentou em 2018 contra a 2K Games, no qual acusou a companhia de usar trabalhos seus sem autorização nos jogos WWE que lança no mercado.

Alexander alegou que os seus designs originais foram recriados sem autorização nos jogos WWE 2K16, WWE 2K17 e WWE 2K18 através da recriação de Randy Orton, que a companhia tentou apresentar com a mais elevada fidelidade.

As tatuagens tribais nos braços e costas de Orton foram recriadas para tornar o personagem digital mais autêntico e Alexander diz ainda que em 2009 recusou uma oferta de 450 dólares para permitir o uso dos seus designs nos jogos. A 2K seguiu na mesma em frente e diz que não foi cometida qualquer ilegalidade pois não tentou copiar o trabalho da tatuadora, apenas recriar Orton com a maior autenticidade possível.

O juiz decretou que Alexander deverá ser recompensada com perto de 4 mil dólares, uma vez que não concordou com a justificação da editora, mas também decretou que os designs da tatuadora não são fonte direta das receitas do jogo e não terá direito a qualquer outra compensação.

Apesar do valor parecer pequeno, esta decisão poderá traçar um precedente para inúmeros outros casos e ditar uma abordagem diferente por parte das companhias.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários