Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Tabata diz que a Square Enix foi infectada pela doença Final Fantasy

Director de FFXV contou que a franquia teve em risco de acabar.

Numa entrevista com o site 4Gamer (via Kotaku), Hajime Tabata, director de Final Fantasy XV, explicou quais foram os motivos da longa duração do desenvolvimento do décimo quinto jogo numerado da série. Segundo ele o que aconteceu é que muitos dentro do estúdio tinham aquilo a que ele chama de "a doença de Final Fantasy".

Depois de vários anos em desenvolvimento, Tabata finalmente tomou as rédeas do projecto em 2012, e depois de uma reestruturação começou-se a avançar de forma mais decidida no projecto. Para Tabata, o mal que afligia a companhia era que "havia pessoas dentro da companhia que não conseguiam imaginar nenhuma outra visão mais do que a sua em relação a Final Fantasy".

Esta "doença", não estava apenas dentro do estúdio, comentou Tabata, mas também se notava que fora do estúdio toda a gente tinha uma ideia de como deveria ser Final Fantasy e, entre outras coisas, era isso que não deixava o projecto avançar devidamente.

Finalmente o caminho que Tabata decidiu tomar foi o de "modernizar" a franquia, pois segundo ele se não fosse assim esta poderia desaparecer. "Neste ponto, se não modernizássemos a série, penso que ela teria acabado," contou ele.

Final Fantasy XV tem lançamento agendado para o mês de Setembro na Xbox One e PlayStion 4. Espera-se que uma versão PC seja lançada mais tarde, mas ainda não foi confirmada.

Sobre o Autor

Luís Alves avatar

Luís Alves

Contributor

É o nosso super-homem. Não existe nada que o Luís não saiba e o seu conhecimento da indústria é longo, permitindo-lhe estar sempre à frente de todos. É o homem que nunca dorme.

Comentários