Skip to main content

Streamer banida da Twitch ameaçou matar funcionários da companhia

Regressou após sanção de 4 anos e já foi novamente banida.

Narcissawright ficou famosa devido às suas tentativas de terminar o mais rápido possível Zelda: Ocarina of Time, o que lhe valeu o recorde do mundo e uma maior popularidade em 2014.

No entanto, em 2018, a streamer foi banida por quebrar as normas de conduta da Twitch para nudez e conteúdo sexual, uma sanção que durou cerca de 4 anos e terminou recentemente, o que lhe permitiu voltar à plataforma a 19 de março de 2022.

Após algumas horas a transmitir Just Chatting e Zelda: Breath of the Wild, Narcissa foi novamente banida por, alegam os espectadores, abrir uma ligação em direto que incluía conteúdo que viola os termos da Twitch. Habitualmente, isto resulta numa suspensão menor, de acordo com a política de nudez acidental, mas a streamer não gostou da sanção e as coisas descambaram.

Narcissa decidiu recorrer ao Twitter para partilhar o seu desagrado e deixou mensagens como "a internet é um inferno" (partilha o Dexerto) e "a Twitch faz-me querer MORRER!!!"

Numa outra mensagem, Narcissa conseguiu ir mais longe e disse sentir a vontade de se matar e disparar sobre pessoas na sede da Twitch, o que lhe valeu uma suspensão do Twitter e a sua conta removida.

Perante as ameaças e as palavras escritas, os seguidores de Narcissa estão agora preocupados com a sua saúde mental.

Entretanto, a sua conta no Twitter está novamente ativa e os seus seguidores apelam à Twitch para remover a suspensão e permitir que Narcissa tenha uma nova oportunidade.

Lê também