Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Steelrising inclui Assist Mode para tornar mais fácil a experiência

Personaliza a dificuldade, mas bloqueia alguns trofeus.

Após Greedfall, a Spiders decidiu criar uma homenagem aos Soulslike da From Software e apresenta-te Steelrising, um jogo de combate difícil no qual tens de gerir os teus movimentos para não gastar a barra de stamina enquanto tentas despachar o adversário.

Com cada inimigo a representar um grande desafio, especialmente com a gestão de movimentos e o dano que podes causar, sem esquecer os chefes que vão dar-te cabo da cabeça, Steelrising poderá tornar-se muito difícil para alguns jogadores, especialmente para os que não querem efetuar o grind e melhorar a sua personagem.

A pensar em lançar a maior audiência possível, a Spiders deixa-te jogar Steelrising tal como ele foi pensado para jogar, com a constante gestão de movimentos e a sensação de risco e recompensa, mas Sébastian di Ruzza da Spiders disse ao PlayStation Blogue que o Assist Mode servirá para ajudar os que estão menos habituados a estas experiências.

O Assist Mode assegura que qualquer pessoa pode arriscar a descobrir está fantasia sombria de uma Paris controlada por robôs e na qual a Revolução Francesa beneficiada com a interferência da Aegis, uma automata que terás de controlar numa experiência Soulslike.

Através do Assist Mode, podes personalizar diversos parâmetros da experiência e apesar disto a tornar mais fácil, alguns troféus/conquistas ficam fora do teu alcance e terás de iniciar um novo save se quiseres jogar na dificuldade normal.

Como exemplo do Assist Mode, podes optar por não sofrer dano, podes reduzir para 50% o dano sofrido, poderás impedir que Aegis aqueça ao gastar toda a stamina e até poderás impedir que a Essência de Anima seja perdida quando mortes (imagina as almas nos jogos da From Software que tens de recuperar sempre que morres).

A ideia de um Soulslike numa revolução francesa certamente vai intrigar os adeptos dos jogos da From Software, enquanto a personalização da dificuldade poderá ser a forma de abordar a frequentes críticas colocadas aos jogos da produtora japonesa.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários