Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Star Wars da Visceral não foi cancelado devido ao foco no singleplayer

A EA defende que as razões foram outras.

Andrew Wilson, director executivo da Electronic Arts, conversou com os investidores da companhia e como seria de esperar, o encerramento da Visceral Games e o cancelamento do seu Star Wars foi um dos temas abordados.

O jogo Star Wars de acção e aventura que a Visceral estava a desenvolver será desenvolvido por outros estúdios da EA, que vão pegar em alguns elementos do desenvolvimento levado a cabo pela Visceral.

Wilson explicou que a decisão foi difícil, que passaram muito tempo a debater e que foi levada com grande seriedade. No entanto, refere é que algo que ocasionalmente acontece no processo criativo de uma companhia.

Andrew Wilson também negou que o problema estivesse no foco numa experiência singleplayer e no desejo em mudar o jogo para uma experiência multi-jogador ou que fosse um caso de singleplayer versus jogos enquanto serviços.

Segundo o executivo da EA, o jogo simplesmente não estava num ponto em que a experiência geral fosse a melhor para os jogadores e essa foi a principal razão pela qual a companhia o decidiu cancelar.

Wilson confirmou que Star Wars é uma propriedade que continuará a merecer a confiança da EA e que o material criado pela Visceral será utilizado da melhor forma no novo jogo que nascerá das suas cinzas.

Jason Schreier do Kotaku, que avançou o fecho da Visceral Games, revelou anteriormente que o cancelamento do jogo e o encerramento da Visceral não está especificamente relacionado com o foco no singleplayer, indo ao encontro das palavras de Wilson.

Segundo Schreier, o desenvolvimento na Visceral estava um caos, não estavam a produzir os resultados esperados e a logística envolvida para sustentar o estúdio estava a tornar-se demasiado pesada para a EA.

Marcado com

Sobre o Autor

Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários

More Notícias

Artigos mais recentes