Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Série The Last of Us reduziu imenso a violência

Apenas o essencial.

A série The Last of Us da HBO Max será uma das grandes estreias de janeiro de 2023 e nesta fase de promoção pré-estreia, diversos dos principais responsáveis pela série estão a revelar algumas novidades sobre o que esperar da adaptação.

Produzida em conjunto com a PlayStation Productions e a Naughty Dog, a série The Last of Us não será uma recriação direta do jogo. Um dos maiores exemplos disso está no reduzir da violência e num foco mais alargado em algumas das personagens que surgem no percurso de Joel e Ellie.

Neil Druckmann, um dos diretores do jogo, disse ao The New Yorker que reduziram imenso a violência na série e que isso até foi pedido por Craig Mazin, co-criador da adaptação.

"Uma das coisas que adorei ouvir de Craig Mazin e da HBO muito cedo foi, 'Vamos tirar toda a violência, exceto a extremamente essencial,'" comentou Druckmann.

A série The Last of Us é conhecida pela sua cinematografia, personagens, narrativa e também pela violência de diversos dos seus principais momentos. A violência é um dos seus principais elementos e apesar de não definir os jogos, faz parte deles.

O ciclo de violência e o seu impacto na vida das personagens foi parte essencial da construção narrativa da sequela por isso é certamente interessante ouvir o seu diretor dizer que tiraram quase todo esse elemento da adaptação.

Sobre o Autor
Bruno Galvão avatar

Bruno Galvão

Redator

O Bruno tem um gosto requintado. Para ele os videojogos são mais que um entretenimento e gosta de discutir sobre formas e arte. Para além disso consome tudo que seja Japonês, principalmente JRPG. Nós só agradecemos.

Comentários