Se clicares num link e fizeres uma compra, poderemos receber uma pequena comissão. Lê a nossa política editorial.

Sequela de A Plague Tale: Requiem fora dos planos da Asobo Studios

Mas "a porta nunca está fechada".

A Plague Tale: Requiem foi lançado ontem, 18 de outubro de 2022, tendo sido recebido muito bem por parte do Eurogamer Portugal, galardoado com um selo recomendado na nossa análise.

O jogo trata-se de uma sequela de A Plague Tale: Innocence, jogo criado pela Asobo Studio em 2019 que foi um grande sucesso com a crítica e com os fãs.

No entanto, se estavas à espera de uma sequela para Requiem, infelizmente não temos boa notícias. De acordo com o director Kevin Choteau (e como reportado pelo Pushsquare), esta poderá ser a última aventura de Amicia e Hugo no mundo dos videojogos.

"Acho que, por enquanto, é o fim. Mas a porta nunca está fechada e veremos a receção dos jogadores. Queremos ver a reação deles antes de decidirmos qualquer coisa. Eles estão a comandar a nossa produção e, se não gostarem do que fizemos, precisamos de fazer outra coisa.", diz Choteau.

Portanto, o futuro da série estará nas mãos dos jogadores e veremos se existe continuação desta história apocalíptica num mundo repleto de ratos.

Felizmente, este universo medieval vai ser adaptado para série de televisão, o que significa que não é o fim de A Plague Tale nas nossas vidas.

Sobre o Autor
Jorge Salgado avatar

Jorge Salgado

Redactor

Fã de cultura pop, séries jogos animes. É o nosso noobie.

Comentários